Publicidade

Correio Braziliense GUIA DE CONCURSOS »

Como se preparar para ingressar no Exército

Professores dão dicas para seleção de sargentos, que oferece 1.100 vagas. Salário inicial é de R$ 3.825


postado em 13/05/2018 15:16 / atualizado em 13/05/2018 18:22

Weslley está determinado a passar(foto: Arquivo Pessoal)
Weslley está determinado a passar (foto: Arquivo Pessoal)

 

 

O concurso de admissão ao Curso de Formação de Sargentos (CFS) está cada vez mais perto. Homens e mulheres que desejam ingressar no Exército precisam intensificar o ritmo dos estudos. Desta vez, são oferecidas 1.100 vagas, sendo 910 para candidatos do sexo masculino e 100 para o feminino na área geral / aviação. Há ainda 30 oportunidades para músicos e 60 para área de saúde. Para concorrer, é preciso ter de 17 a 24 anos em 31 de dezembro de 2019, além de ensino médio completo. Para a área de saúde, é possível concorrer até os 26 anos e exige-se certificado de conclusão de curso técnico em enfermagem e registro no conselho regional. A altura mínima é de 1,60m para homens e de 1,55m para mulheres. A banca organizadora é a Escola de Sargentos das Armas (ESA).

O exame intelectual trará itens sobre matemática, história e geografia do Brasil, língua portuguesa, além de redação. Os candidatos que concorrerão às vagas de saúde e música terão de responder também questões de conhecimentos específicos sobre as áreas. E os músicos terão um teste prático de habilidade no instrumento escolhido. Outras etapas são valorização de títulos (apresentação de diplomas), inspeção de saúde e exame de aptidão física (corrida, abdominal e flexão de braços). Os aprovados passarão por períodos básico e de qualificação do curso de sargentos, com duração total de dois anos, ganhando ajuda de custo de R$ 1.140. Após a formatura, o aluno receberá o diploma de graduação de nível superior tecnológico de sargento, fazendo jus à remuneração de R$ 3.825.

De olho nas dicas!

História do Brasil pode tirar o sono de alguns candidatos, e é preciso preparar um bom material de estudo para poder se dar bem na prova. “É essencial que façam resumos e, ao fazê-los, devem destacar nomes e fatos históricos. Tentem organizar os processos cronologicamente: é preciso conhecer os principais acontecimentos e as características de cada um”, orienta Sérgio Henrique Lima, professor da disciplina no Estratégia Concursos. Alguns temas aos quais é preciso ficar de olho são: expansão marítima portuguesa; Revolução de Avis (como foi o processo da formação de Portugal, os nomes das figuras que participaram); os grandes navegadores que vieram para o continente americano; primeiras cidades a desenvolverem o capitalismo antes das grandes navegações (Gênova e Veneza); expedição colonizadora de Martim Afonso de Souza; Brasil Imperial (linha de sucessão ao trono e revoltas, como Cabanagem e Farroupilha); política do café com leite; e participação do Brasil na Segunda Guerra, na era Vargas.

Em geografia, uma das dificuldades mais sérias que os concurseiros podem ter é de não compreender enunciados e textos da prova. A principal dica para não ter esse problema é ler diariamente. “Os problemas com interpretação de texto se dão pela pouca ênfase da leitura no Brasil. O candidato que não exercita esse hábito não consegue entender o que está escrito e tem grandes chances de errar”, observa o licenciado em geografia pela Universidade de Brasília (UnB) César Berçott. “Em disciplinas de humanas, os conhecimentos básicos são adquiridos por meio da leitura”, completa. Para o professor, meio ambiente é um tema que merece atenção especial. “Esse assunto sempre é cobrado por estar muito próximo do nosso dia a dia”, diz. “Efeito estufa, aquecimento global, acidente em Mariana (MG), na bacia do Rio Doce, e os impactos ambientais, legislações sobre desmatamento estão entre os tópicos que podem ser abordados nas questões.”
Professor de língua portuguesa do Gran Cursos Online, Elias Santana destaca literatura como conteúdo decisivo para o bom desempenho na disciplina. “É um assunto central, mas os candidatos não estão acostumados a estudá-lo. É importante conhecer escolas literárias e associá-las aos grandes autores, como Machado de Assis ao Realismo, José de Alencar ao Romantismo, entre outros”, alerta. Segundo Santana, existem conteúdos que precisam ser memorizados, não basta entendê-los. “É o caso de colocação pronominal, semântica das conjunções, nomenclaturas gramaticais, entre outros”, diz. A temida redação costuma causar calafrios em alguns concurseiros, mas é preciso se tranquilizar, sabendo os passos necessários para construir um bom texto. “Faça um parágrafo de introdução, dois de desenvolvimento e um para a conclusão. Além disso, tenha cuidado para não fugir ao tema! Para garantir isso, deixe bem claro o assunto nas primeiras linhas e se mantenha na temática”, ensina.

Eu vou passar!

Desde os 10 anos, Weslley Félix decidiu que queria seguir a carreira no Exército brasileiro e concorrerá para uma das vagas da área geral / aviação. “Minha família é de militares. O fato de ter sido exposto a esse meio fez com que eu quisesse uma carreira promissora nas Forças Armadas. Eu admiro os princípios de disciplina e companheirismo do Exército. E uma das vagas desse concurso será minha”, diz, confiante. Hoje, aos 18 anos, o jovem estuda quatro horas por dia para as provas, com alguns intervalos curtos. “Comecei a usar a técnica Pomodoro, eu estudo por 25 minutos (1 pomodoro), dou uma pausa de cinco minutos e volto a estudar”, comenta. “Eu elaboro mapas mentais, porque aprendo mais os assuntos utilizando cores e figuras. Além disso, faço questões das provas anteriores da banca”, relata. “Eu quero poder dar um futuro melhor para a minha família e para meus futuros filhos e esposa. Meus pais não tinham boas condições financeiras e investiram nos meus estudos, desejo retribuir isso a eles”, conta.

Passe bem/História do Brasil

No século 15, o lucrativo comércio das especiarias — artigos de luxo — era praticamente monopolizado pelas cidades europeias de
a) Paris e Flandres
b) Londres e Hamburgo
c) Gênova e Veneza
d) Constantinopla e Berlim
e) Lisboa e Madri
 
Comentário:
Trata-se das cidades italianas que monopolizavam o comércio com o Oriente através do Mar Mediterrâneo. Estão incorretas as cidades francesas, flamencas, inglesas e alemãs que não participaram do comércio marítimo no século 15. Muito embora Constantinopla fizesse a ponte comercial com o Ocidente, a cidade de Berlim não participava desse comércio. Por fim, as cidades ibéricas só fizeram o comércio via oceano Atlântico a partir do século 16.
Questão retirada do concurso de admissão ao Curso de Formação de Sargentos (CFS), aplicado em 2012 pela Escola de Sargentos das Armas (ESA), comentada pelo professor Sérgio Henrique Lima

Passe bem/Por dentro dos cursos

Confira as áreas disponíveis
 
Sexo masculino
Geral / aviação: infantaria, cavalaria, artilharia, engenharia, comunicações, intendência, topografia, material bélico (armamento, mecânico operador, mnt vtr auto), manutenção de comunicações, aviação (apoio ou manutenção).

Sexo feminino
Geral / aviação: intendência, topografia, material bélico (mnt armamento ou mecânico operador).
Música (ambos os sexos)
Instrumentos: fagote ou contra-fagote, flauta ou flautim em dó, oboé em dó/corne-inglês, saxhorne, saxofone, tímpanos, bombo, pratos, tarol caixa surda, trombone tenor / trombone baixo, trompa, trompete / cornetim / flueghorn, e tuba.

Saúde (ambos os sexos)
Técnico em enfermagem (certificado de conclusão deve ser apresentado no ato da matrícula)

O que diz o edital

Curso de Formação de Sargentos (CFS)
Inscrições: encerradas em 27 de abril; confira o edital em bit.ly/editalcfs 
Taxa: R$ 95
Salário: R$ 3.825
Vagas: 1.100
Provas: 29 de julho
Escolaridade: nível médio
Locais: várias cidades nas seguintes unidades da Federação: DF, RJ, MG, PR, ES, RN, RS, SP, MS, CE, SC, GO, SE, AL, PE, PB, PI, PA, RR, AM, AC, RO, TO, MS, AP, RA e MT

 

*Estagiária sob a supervisão da subeditora Ana Paula Lisboa

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

MEC mantém Maurício Vieira no Cefet-RJ 19:39 - 20/08/2019 - Compartilhe

MEC mantém Maurício Vieira no Cefet-RJ

publicidade
publicidade
Confira as vagas abertas para trainne 12:50 - 19/08/2019 - Compartilhe

Confira as vagas abertas para trainne

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade