Publicidade

Correio Braziliense PELA MISSÃO DE PERFUMAR AMBIENTES

Os donos da Casa Dreams são especialistas em perfumes de ambientes

Casal administra empresa de perfumes de ambientes na Asa Norte Desde 2004, a dupla comercializa essências para casas e estabelecimentos comerciais. Há cinco anos, passaram a contar com loja física. Para 2019, há várias metas, inclusive abrir duas lojas


postado em 06/01/2019 14:35 / atualizado em 06/01/2019 15:19

Quem passa pela comercial da 308 Norte pode sentir, já de longe, a agradável fragrância amadeirada que perfuma a Casa Dreams, loja de aromatizadores e difusores de ambientes. Assim, muitos clientes chegam ali guiados pelo olfato. Não à toa, a essência usada no espaço comercial está entre as mais pedidas. Além do cheiro, a recepção calorosa dos três funcionários e dos proprietários, o casal Sandra Freitas, 54 anos, e Carlos Almir, 54, torna o ambiente cativante. “Temos mais de 48 essências e, volta e meia, há lançamentos. Trabalhamos com mais de 28 modelos de vidros, decorados dos mais diversos jeitos (com estampa de oncinha, com strass...). Não conseguimos nem colocar todas as opções na loja, não há espaço para expor tudo nos nossos 32m². Precisaríamos de um local duas vezes maior”, conta Sandra.
 
 
(foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press)
 
 
“Nosso diferencial, além da variedade e da qualidade das essências, que são todas importadas e acabam tendo maior durabilidade e qualidade, é, principalmente, nossa presteza”, completa Carlos. “No nosso atendimento, o cliente é tudo. O objetivo é que a pessoa se sinta bem-vinda, à vontade e desejada na loja”, explica. Com essa fórmula, a empresa se consolidou e conquistou uma ampla cartela de clientes. Há quem compre para perfumar a própria casa ou um estabelecimento comercial. Outro perfil de freguês é formado por noivos, que usam perfumes de ambientes como lembrança, e pais, que presenteiam os que visitam a maternidade com esse produto. Para quem compra em grandes quantidades, há condições especiais. “O principal público é o de casamento. Também fazemos caixa-convite e um kit diferenciado para presentear padrinhos, pais e avós, por exemplo”, diz Sandra.

É preciso fazer a encomenda com pelo menos 60 dias de antecedência, pois a Casa Dreams conta com agenda cheia. O casal, que tem cinco filhos (de 34, 29, 26, 11 e 9 anos) também comercializa produtos em feiras, como BSB Mix e a da Lua. Na verdade, foi nesse tipo de evento que a marca se consolidou. “Sempre fizemos feira, temos um público muito solícito e um bom retorno nessas ocasiões”, afirma Sandra. De segunda a sábado, os empresários se dedicam à loja física, que passou a existir há cinco anos. Nos dois primeiros anos, o empreendimento funcionou na 111 Norte, até mudar para a 308 Norte há cerca de três anos. A iniciativa, porém, é bem mais antiga: surgiu em 2004, quando Sandra e Carlos procuravam uma atividade que pudessem tocar juntos. Sandra era representante de produtos cosméticos e Carlos, vendedor de uma concessionária de carros.
 
 
(foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Wallace Martins/Esp. CB/D.A Press)
 
 
Aos 37 anos, ele teve um pré-infarto e perdeu o emprego, que tinha há 20 anos. “Quando você está dando lucro, serve para qualquer empresa. Quando não, acaba dispensado. A Sandra já tinha vontade de termos um negócio nosso. Então, juntamos o útil ao necessário”, explica Carlos. No início, eles avaliaram a possibilidade de comprar uma empresa de perfumes de ambientes, o que acabou não dando muito certo. Então, resolveram pesquisar e se capacitar para criar fragrâncias próprias. “Fizemos vários cursos, inclusive fora de Brasília, e procuramos um responsável técnico químico. Foram muitos testes até chegarmos à fórmula atual”, relata Sandra. Os dois não apenas vendem fragrâncias, mas, com a ajuda de bioquímicos, criam perfumes exclusivos. Todos os fornecedores são de fora de Brasília.

Fórmula 

Para Carlos, um dos segredos para qualquer negócio dar certo é acreditar e persistir. “Mas não basta esperar que dê certo, tem de correr atrás. Tem de ser uma vontade braçal, sem desistir, pois as coisas não são fáceis”, diz. “Estamos passando por um período complicado no comércio, há muitas lojas fechando, mas nós continuamos, mesmo trabalhando em dólar e estando sujeitos a variações cambiais”, orgulha-se o fluminense. Separar as contas pessoais das da empresa e não fazer empréstimos estão entre as táticas para não ter problemas financeiros, explica Sandra, paulista de Araçatuba. “Além disso, somos muito pé no chão com as compras.” Ser o próprio chefe é uma motivação extra. “Eu trabalhei 20 anos em uma concessionária. Se eu tivesse trabalhado esses 20 anos para mim, eu estaria em outra posição, pois você pode se dedicar mais num negócio próprio”, compara Carlos.

Os empresários avaliam que o mercado de perfumes de ambientes está crescendo bastante e comemoram o fato de estarem crescendo com ele. “Estamos nos tornando referência. Mesmo sendo uma loja pequena, há fornecedores de fora que vêm nos visitar, querem nos conhecer, pois continuamos crescendo na crise, enquanto vários fecharam”, afirma Sandra. Na loja, os empresários atendem de oito a 15 clientes por dia. “Fora isso, ainda fazemos serviço de entrega.” O faturamento bruto mensal varia de R$ 45 mil a R$ 70 mil. Entre as metas para 2019, estão os planos de passar a contar com revendedores, abrir mais duas lojas e lançar um e-commerce para fazer vendas on-line. A partir de amanhã (7), os empresários e os três funcionários estarão em férias coletivas e retornam ao trabalho em 17 de janeiro.


Saiba mais

Casa Dreams
CLN 308, Bloco B, Loja 17 / 
3033-3069 / 98589-3788 
(WhatsApp) 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
Monja Coen inspira calouros da UnB 19:30 - 14/08/2019 - Compartilhe

Monja Coen inspira calouros da UnB

publicidade
MEC prorroga prazos do ProUni e do Fies 19:26 - 14/08/2019 - Compartilhe

MEC prorroga prazos do ProUni e do Fies

Irmãs pedem emprego na W3 Norte 17:14 - 14/08/2019 - Compartilhe

Irmãs pedem emprego na W3 Norte