Publicidade

Correio Braziliense GUIA DE CONCURSOS »

Professores dão dicas de estudo para concurso do IBGE com 400 vagas

Seleção para analista censitário temporário está com inscrições abertas. O salário é de R$ 4,2 mil


postado em 16/07/2019 14:00 / atualizado em 14/07/2019 12:01

Estão abertas as inscrições para o concurso de analista censitário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A seleção será feita por meio de uma prova objetiva em 1° de setembro. Para participar, é necessário ter ensino superior completo na área escolhida e os selecionados ocuparão vagas temporárias para atuar nas etapas de planejamento e suporte do Censo Demográfico de 2020 nas 27 capitais do país. A remuneração é de R$ 4,2 mil e o contrato tem validade de um ano. São 400 vagas, das quais 23 são para pessoas com deficiência, 80 para negros e 297 para ampla concorrência.
 
Henrique França tentará o concurso(foto: Arquivo Pessoal)
Henrique França tentará o concurso (foto: Arquivo Pessoal)
 
Confira as áreas das oportunidades: análise de sistemas (nas subáreas de desenvolvimento de aplicações; desenvolvimento de aplicações web móbile; suporte a comunicações e rede; suporte à produção; e suporte operacional e de tecnologia), análise socioeconômica, biblioteconomia e documentação, ciências contábeis, ciências sociais, desenho instrucional, geoprocessamento, gestão e infraestrutura, jornalismo, letras, logística, métodos quantitativos, planejamento e gestão, produção gráfica / editorial, programação visual / webdesign e recursos humanos.

Para Brasília, há uma vaga em análise socieconômica, uma em ciências contábeis, uma em gestão e infraestrutura, um em jornalismo e uma em métodos quantitativos. Preparadas pelo Instituto AOCP, as avaliações serão compostas por 60 questões objetivas e divididas entre língua portuguesa e conhecimentos específicos para a área de métodos quantitativos; raciocínio lógico e conhecimentos específicos para letras. Para os demais setores, caem itens de português, raciocínio lógico e competências específicas. As perguntas serão de múltipla escolha com cinco alternativas cada. Cada questão correta vale um ponto. Para ser aprovado, o candidato precisa acertar, no mínimo, 40% da prova e não obter zero em nenhuma matéria.

Para se preparar

Luís Telles, professor de raciocínio lógico do Gran Cursos Online, considera que, como há pouco tempo até a data dos exames, não é uma boa estratégia tentar revisar todos os conteúdos. “Agora, é preciso fortalecer aquilo que já se tem conhecimento, se aprofundar no que já estudou”, diz. Para ele, a melhor forma de se preparar é estudando por meio de questões anteriores. “Primeiro, faça exercícios; depois, estude a teoria de acordo com o que os exercícios indicarem”, afirma. Além disso, o professor ressalta que é importante fazer questões de outras bancas. “Quem formula a prova busca referências em outras bancas. Então, recomendo que o candidato não se prenda a resolver exercícios apenas da organização que é responsável pelo certame. Abrir o leque é essencial”, explica.
 

Segundo Luís, tanto para raciocínio lógico quanto para outras disciplinas, não é recomendado que o concorrente siga a ordem proposta pela prova. “Todo teste vai tentar cansar o candidato, pois pessoas cansadas não pensam claramente. É importante administrar os itens e não seguir a sequência natural”, diz. “Pegue questões nas quais você tem melhor domínio antes, assim, vai ter mais chances de acertos”, garante. O professor de português do Espaço Campus Átila Abiorana confirma que conhecer o perfil da banca é essencial para a aprovação. “Em relação às características, a AOCP tem algumas bem particulares. Por exemplo, costuma cobrar a parte de sintaxe, regência verbal e concordância verbal”, afirma.

Para Átila, o concorrente que quer atingir boa nota em língua portuguesa deverá selecionar umas 10 provas e mapear os conteúdos. “Muitos alunos começam a estudar tópico por tópico, mas essa não é a maneira mais efetiva. O ideal é analisar as provas da AOCP e entender o perfil da banca”, comenta. “Depois de analisar, é preciso pegar as questões que abrangem o conteúdo que mais cai e em que você tem mais dificuldade a fim de aprofundar o estudo neles”, explica. Segundo o professor, o mais importante não é o que a banca cobra em termos de conteúdos, mas a maneira como o faz.

Conteúdo específico

A área que apresenta mais vagas no concurso é a de gestão e infraestrutura (142) e o professor de administração geral e pública do Gran Cursos Online Eduardo Martins afirma que, para a prova de conhecimentos específicos, é preciso estudar matérias que estão além do edital. “Pelo documento, o conteúdo estará mais voltado para as partes econômicas e orçamentárias. Mas é importante avaliar tudo que está em volta dessas matérias e as envolvem de alguma forma”, esclarece. Devido ao pouco tempo para preparação, o professor acredita que é melhor ser mais objetivo na hora de escolher o que consultar, além de planejar bem o tempo. “Não dá para aprofundar muito os temas. Recomendo que, quem não trabalha, estude por volta de nove horas por dia; quem tem a rotina mais apertada pode praticar entre três e cinco horas diárias”, completa.

Em busca de uma vaga

Henrique França, 26 anos, é formado em sistemas de informação pela Universidade Estácio de Sá e vai tentar uma vaga para analista censitário no IBGE na área de análise de sistemas/desenvolvimento e aplicações, para atuação no Rio de Janeiro. O candidato enxerga o concurso como uma oportunidade de ganhar prática no setor. “Além do salário, eu quero ganhar experiência profissional. A única parte ruim é ser uma vaga para servidor temporário e em curto período”, afirma.  Ela aposta em bom planejamento nos estudos para passar. Paulo Alberto Costa, 24, se formou em gestão pública pelo Instituto Federal do Tocantins (IFTO) e vai fazer a prova para analista censitário em gestão e infraestrutura. O candidato acredita que não será fácil ser aprovado, mas pretende se preparar da melhor forma possível. “Vai ser difícil e muito concorrido, mas vou estudar com os materiais que já tenho e quero investir em um curso on-line”, afirma.

O que diz o edital

Processo seletivo temporário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
Inscrições: até 23 de julho, pelo site www.institutoaocp.org.br
Taxa: R$ 64
Cargo: analista censitário
Vagas: 400 vagas para áreas diversas
Salário: R$ 4.200
Prova objetiva: 1° de setembro
Locais: Brasília, Goiânia, Rio de Janeiro, Rio Branco, Maceió, Macapá, Manaus, Salvador, Fortaleza, Vitória, São Luís, Belo Horizonte, Campo Grande, Cuiabá, Belém, João Pessoa, Recife, Teresina, Curitiba, Natal, Porto Velho, Boa Vista, Porto Alegre, Florianópolis, Aracaju, São Paulo, Palmas

Passe bem / Gestão e infraestrutura

Na moderna abordagem de gestão, as pessoas são complexas e variáveis. Quais são os fundamentos-chave dessa abordagem?
a) Comportamento organizacional e ciência da gestão
b) Cadeia de valor e aprendizagem organizacional
c) Administração estratégica e desempenho geral
d) Excelência da qualidade e consciência global
e) Visão sistêmica e pensamento contingencial

Comentário

Nela podemos ver a referência da teoria sistêmica atrelada à gestão de pessoas. Tanto a teoria sistêmica quanto gestão de pessoas, é conteúdo no edital, e o pensamento contingencial influenciou bastante a gestão de pessoas no modelo de liderança e também aspectos mais comportamentais, apesar de o pensamento comportamental não ser objeto de estudo dessas teorias.

Questão retirada de concurso para técnico escriturário, organizado pela AOCP, em 2017, comentada pelo professor Eduardo Martins

Gabarito: letra e

Quadro de funções

Confira os cargos, as exigências de formação e a quantidade de oportunidades

Área de conhecimento / Vagas

Análise de sistemas / desenvolvimento de aplicações (graduação em análise de sistemas, tecnologia da informação, sistemas de informação, processamento de dados, ciência da computação, engenharia da computação, engenharia de sistemas, bacharelado em informática; ou graduação em ciências exatas): 17

Análise de sistemas /desenvolvimento de aplicações web mobile (graduação em ciências exatas ou web design — incluindo design, comunicação visual, mídia digital, desenho industrial, programação visual ou cursos correlatos): 2

Análise de sistemas / suporte a comunicação e rede (graduação em análise de sistemas, tecnologia da informação, sistemas de informação, processamento de dados, ciência da computação, engenharia da computação, engenharia de sistemas, bacharelado em informática; ou graduação em ciências exatas): 5

Análise de sistemas / produção a suporte (graduação em análise de sistemas, tecnologia da informação, sistemas de informação, processamento de dados, ciência da computação, engenharia da computação, engenharia de sistemas, bacharelado em informática; ou graduação na área de ciências exatas): 4

Análise de sistemas / suporte operacional e de tecnologia (graduação em análise de sistemas, tecnologia da informação, sistemas de informação, processamento de dados, ciência da computação, engenharia da computação, engenharia de sistemas, bacharelado em informática; ou graduação em ciências exatas): 4

Análise socioeconômica (curso superior completo em qualquer área): 36

Biblioteconomia e documentação (graduação em biblioteconomia): 4

Ciências contábeis (graduação em ciências contábeis e registro em conselho de classe): 30

Ciências sociais (graduação em ciências sociais, ciência política, antropologia, sociologia ou história): 12

Desenho instrucional (graduação em pedagogia ou licenciatura): l 2

Geoprocessamento (curso superior completo em qualquer área): 24

Gestão e infraestrutura (curso superior completo em qualquer área): 142

Jornalismo (graduação em jornalismo): 35

Letras (graduação em letras): 1

Logística (curso superior completo em qualquer área): 5

Métodos quantitativos (curso superior completo em qualquer área): 57

Planejamento e gestão (curso superior completo em qualquer área): 1

Produção Gráfica/Editorial (comunicação social, produção editorial, editoração, design, comunicação visual, desenho industrial, programação visual, design gráfico ou cursos correlatos.): 2

Programação visual/web design (graduação em design, comunicação visual, mídia digital; desenho industrial, programação visual, design gráfico ou cursos correlatos): 10

Recursos humanos (curso superior completo em qualquer área): 7 
 
 

*Estagiária sob supervisão da subeditora Ana Paula Lisboa

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
MEC mantém Maurício Vieira no Cefet-RJ 19:39 - 20/08/2019 - Compartilhe

MEC mantém Maurício Vieira no Cefet-RJ

publicidade
publicidade
publicidade
Confira as vagas abertas para trainne 12:50 - 19/08/2019 - Compartilhe

Confira as vagas abertas para trainne

publicidade