Publicidade

Correio Braziliense COMPRE DE UMA MãE »

Feira de mães empreendedoras Maternativa ocorre neste domingo (4) no DF

Rodas de conversa e oficinas acerca do mundo empresarial também fazem parte da programação, que também serve para ajudar mulheres com filhos a divulgarem produtos


postado em 04/08/2019 14:27 / atualizado em 04/08/2019 15:11

As mulheres costumam encontrar vários desafios dentro do mercado de trabalho quando engravidam. Segundo pesquisa feita pela Fundação Getulio Vargas (FGV) em 2016, metade das brasileiras não continua no emprego 12 meses depois do período de licença-maternidade. Em alguns casos, empreender acaba sendo a melhor forma que elas encontram para manter a renda da família. Foi pensando nisso que a Maternativa, primeira startup de impacto social voltada ao empreendedorismo materno no Brasil, propõe, neste domingo (4), uma exposição de produtos feitos por mães, no Espaço Cultural Renato Russo, na 508 Sul.
 
Bebel Hamu tem uma filha de 6 e um filho de 8 anos e vai expor os produtos da AHA! Cafés, empresa comandada por ela na Asa Norte, na Feira Maternativa(foto: Thamires Santiago/Divulgação)
Bebel Hamu tem uma filha de 6 e um filho de 8 anos e vai expor os produtos da AHA! Cafés, empresa comandada por ela na Asa Norte, na Feira Maternativa (foto: Thamires Santiago/Divulgação)
 

Necessidade ousadia

A programação da Feira Maternativa inclui palestras, rodas de conversas e workshops. Além dos espaços infantil e gastronômico, o evento reúne 25 empreendedoras com produtos exclusivos. Bebel Hamu, 32 anos, faz parte do grupo de expositoras da edição brasiliense. Com uma filha de 6 anos e  um filho de 8 meses, ela está à frente da AHA! Cafés, uma empresa de microtorrefação de cafés especiais. A ideia surgiu em 2016, com a vontade de Bebel e seu ex-sócio de entregar produtos frescos e de qualidade para os clientes. Há cerca de três meses, ela assumiu a empresa integralmente.

“O dia a dia é uma loucura total, mas empreender é necessidade e ousadia das mães para que consigam estar próximas aos filhos”, relata Bebel, que procura equilíbrio entre bem-estar familiar e trabalho. Para ela, o esforço vale a pena: “Quando eu vejo pessoas que trabalham com carteira assinada, por mais que tenham um bom salário, ainda não consigo ver o dinheiro pagando os momentos de rotina que eu consigo ter com meus filhos”.
 
A fundadora Ana Laura conversa com mulheres na Feira Maternativa em Recife (foto: Thaís Cavalcanti/Divulgação )
A fundadora Ana Laura conversa com mulheres na Feira Maternativa em Recife (foto: Thaís Cavalcanti/Divulgação )
 
A feira chegou ao conhecimento de Bebel por meio de redes sociais e de outras mães. Segundo ela, o modelo da exposição é novo e as expectativas são positivas. “Acho que a grande diferença da  Maternativa é a reunião de mães que empreendem, independentemente da área, porque os outros eventos de que participei eram somente voltados para o público familiar”, relata Bebel, que venderá os cafés em grão.

Saiba mais

A AHA! Cafés fica no endereço: CLN 204, Bloco B, Loja 59, Asa Norte. Os produtos podem ser encontrados em diversas cafeterias da cidade. Para conhecer mais, acesse

Opotunidade de crescimento 

Janaína Palmar é mãe de duas crianças pequenas e expõe os produtos da sua marca FLORA&bem em diversas feiras (foto: Juliana Caribé/Divulgacao )
Janaína Palmar é mãe de duas crianças pequenas e expõe os produtos da sua marca FLORA&bem em diversas feiras (foto: Juliana Caribé/Divulgacao )
 

A Maternativa já era uma referência para Janaína Palmar, 35 anos, antes mesmo da edição brasiliense da feira. A empreendedora é mãe de duas crianças, a Clara de 4 anos e o Bento de 1 ano, e comanda a FLORA&bem, empresa de decoração e festa infantis. Com o nascimento da primeira filha, Janaína não quis deixá-la em uma creche e resolveu sair do emprego como professora na Universidade Estadual de Londrina (UEL). Formada em história pela mesma instituição, a empreendedora começou a trabalhar com papelaria personalizada para festas de crianças.

Logo veio o segundo filho e Janaína entendeu que o tempo gasto e o modelo daquela empresa já não funcionavam tão bem para ela. Assim, neste ano, ela e o marido decidiram produzir uma marca familiar: a FLORA&bem. “Nós estamos criando um grupo de clientes e parceiros porque sabemos que ter uma clientela que apoia as mães no mercado atual é muito importante”, conta Janaína.

A empreendedora costuma participar de diversas feiras familiares e, no evento da Maternativa, será responsável pelo espaço infantil. Para Janaína, a oportunidade pode trazer muitos benefícios para ela e outras mães. “Eu vejo como uma chance de aumentar o número de clientes e formar novas parcerias, além de dar acesso às informações para a comunidade materna”, explica.

A startup nasceu no Facebook

Pioneira em discutir relações entre mães e mercado de trabalho, a rede Maternativa foi criada em 2015 como um grupo fechado no Facebook. Ana Laura Castro,  34 anos, é uma das fundadoras e tem um filho de 5 anos. Ela conta que a ideia surgiu após encontrar dificuldades no emprego durante os primeiros meses de gravidez. “Como as mães vão ser autônomas financeiramente se a sociedade não está aberta para a gente?”, indaga.
 
Apenas um mês depois da criação, o grupo do Facebook  contava com 600 integrantes. Atualmente, são mais de 24 mil mulheres conectadas virtualmente. “Quando a gente abriu a comunidade, vimos que uma das poucas soluções que as mães têm é empreender”, relata Ana Laura. Segundo ela, as mulheres não tinham acesso suficiente a conhecimento da área de negócios. “A Maternativa nasceu observando essas mães. O nosso objetivo, além de mostrar que elas não precisam cuidar de tudo ao mesmo tempo, é ensiná-las a empreender com qualidade.”
 
As mães Vivian Abukater (esquerda) e Ana Laura Castro são as responsáveis por traz da Rede Maternativa(foto: Arquivo Pessoal)
As mães Vivian Abukater (esquerda) e Ana Laura Castro são as responsáveis por traz da Rede Maternativa (foto: Arquivo Pessoal)
 
Além de promover eventos de capacitação, a startup atende empresas que buscam aprender como receber uma mãe e oferece uma rede de apoio às mulheres. “As integrantes do nosso grupo acolhem e trocam experiências virtualmente. Nós também temos encontros mensais, que chamamos de Cafeínas, em que uma mulher da rede compartilha conhecimentos com as outras”, explica Vivian Abukater. Aos 39 anos, a publicitária tem dois filhos e foi convidada para ser sócia da Ana Laura em 2017.

Segundo Vivian, a proposta da Feira Maternativa é ampla. A ideia surgiu de uma demanda das integrantes em expor os empreendimentos delas. “O evento é uma oportunidade para muitas dessas mulheres de, pela primeira vez, apresentar seus produtos fisicamente”, conta Vivian, e completa: “Toda vez que um cliente compra de uma mãe, ele está investindo naquela família. E mulheres que são independentes financeiramente aplicam ainda mais na educação dos filhos”.

A fundadora Ana Laura concorda com Vivian e afirma que dar visibilidade ao trabalho materno é um dos caminhos para uma sociedade mais justa. “Quando a gente propõe cuidar das mães, também estamos propondo cuidar do futuro”, reconhece. Foi essa ideia que resultou na frase de campanha da Rede Maternativa: “As mães movem o mundo. E nós acreditamos nessa força”.

Programação

A primeira Feira Maternativa em Brasília ocorre hoje, das 11h às 18h, no Espaço Cultural Renato Russo, na 508 Sul. Desde o início do evento até as 12h, Pati Borbolla promove o workshop Instagram: storificando sua marca. A escritora e jornalista Tati Sabadini; a fundadora do Maternativa Ana Laura Castro; a criadora da Livre Maternagem, Bianca Puglia, e a educadora parental e publicitária Cris Coimbra comandam roda de conversa sobre maternidade e trabalho, das 14h às 15h. Para finalizar, entre as 15h15 e as 17h15 ,ocorre o workshop Canvas: modelando seu negócio, com Vivia Abukater.

Reconhecimento delas  redes sociais

A Maternativa foi selecionada para o Facebook Community Leadership Program, programa de apoio para líderes transformadores, como uma das comunidades de maior impacto no mundo em 2019. Vivian Abukater e Ana Laura Castro foram convidadas para participar de diversas atividades ao lado de outros representantes internacionais no Vale do Silício, na Califórnia (EUA).
 
 
 
*Estagiária sob supervisão de Ana Sá

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
MEC lança diploma digital 20:01 - 10/12/2019 - Compartilhe

MEC lança diploma digital

publicidade
MEC lança diploma digital. Acompanhe ao vivo 15:04 - 10/12/2019 - Compartilhe

MEC lança diploma digital. Acompanhe ao vivo

publicidade
Começa a primeira edição da FeLiB 14:46 - 09/12/2019 - Compartilhe

Começa a primeira edição da FeLiB

publicidade
Na passarela: a diversidade 17:35 - 08/12/2019 - Compartilhe

Na passarela: a diversidade