Publicidade

Correio Braziliense GUIA DE CONCURSOS

Concurso Ebserh: confira dicas de especialistas para garantir uma vaga


postado em 17/11/2019 20:31 / atualizado em 18/11/2019 15:57

Estão abertas as inscrições para o concurso da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). São 1.660 vagas, para 36 unidades da empresa, divididas entre as áreas médica (533), assistencial (998) e administrativa (129). O certame também visa à formação de cadastro de reserva. O concurso tem duas etapas, a prova objetiva e de títulos. As inscrições vão até 10 de dezembro no site e o prazo para pagamento da taxa vai até o seguinte, 11. Salários podem chegar a R$ 14 mil.

Berla aposta em cursinho para conseguir a sonhada vaga (foto: Arquivo pessoal)
Berla aposta em cursinho para conseguir a sonhada vaga (foto: Arquivo pessoal)
As vagas são para Brasília e os estados do Amazonas, Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso Do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio De Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

No Distrito Federal, os selecionados trabalharão no Hospital Universitário da Universidade de Brasília (HUB-UnB). São 29 oportunidades para a área médica, 47 na assistencial e 15 para o campo administrativo. A atuação é bem ampla, desde profissionais com formação técnica nas áreas de saúde ou administrativa, até engenheiros e jornalistas com ensino superior completo.

Temas

As matérias cobradas variam de acordo com a área para a qual o candidato se inscrever. Em comum, estão português e legislação do Sistema Único de Saúde e da Ebserh. Com base na experiência de outros certames do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), banca responsável pelo processo, o professor de língua portuguesa do cursinho preparatório Gran Cursos, Elias Santana, aposta em conteúdos que sempre caem.

“Interpretação de texto, coesão textual, morfologia, concordância verbal, funções do ‘que’ e do ‘se’, crase e pontuação. São esses os tópicos mais benquistos pela banca e que os concurseiros devem focar”, aponta.

A concorrência é um fator que preocupa muitos candidatos, mas, em relação ao conteúdo da prova, o professor afirma que isso pode não fazer tanta diferença. “A prova mais concorrida, não necessariamente vai ter questões mais difíceis. A IBFC não ‘pesa a mão’ mesmo que seja uma aplicação de âmbito nacional ou estadual”, explica.

Legislação

Na parte de legislação específica da Ebserh, serão cobrados conteúdos referentes à Lei nº 12.550, que estabelece a criação da empresa; o Decreto nº 7.661, que regulamenta a mesma lei; o Regimento Interno; o Código de Ética e o Estatuto Social da Ebserh. De acordo com o professor de legislação especial do IMP Concursos, Ismael Noronha, o foco deve estar nas três primeiras normas. “Analisando os outros concursos, as bancas sempre deram uma abordagem mais literal na cobrança da lei. Então, o aluno tem que estudar a parte literal e ler as disposições”, orienta.

Segundo Noronha, o Decreto nº 7.661 é um ponto importante a ser observado, por trazer informações complementares ao que está na lei. “O decreto, em boa parte, repete o que está na lei. Então, aconselho estudar com mais profundidade. Ele é um pouco maior, mas lá, você vai ter as informações completas”. Sobre o regimento, ele aponta que a matéria que mais cai é a parte de organização e funcionamento dos conselhos e da diretoria executiva do órgão.

Uma novidade que o edital trouxe, neste ano, foi o acréscimo do Código de Ética da Ebserh e a Resolução do Conselho Nacional de Saúde (CNS) nº 553 de 2017, que trata da carta de direitos e deveres do usuário dos serviços de saúde.

Preparação

Berla Cruz, 34, se formou no curso de enfermagem em 2016 e vai prestar o concurso. A matéria em que ela mais tem dificuldade é legislação. “Nunca fiz concurso para a área de saúde, mas tenho uma noção. Na faculdade, a gente acaba vendo um pouco sobre isso”, lembra.

Para se preparar, Berla estuda em casa no período contrário ao trabalho. Agora, ela também vai entrar em um curso preparatório para aprofundar os conteúdos. “A expectativa estava grande e já venho estudando as específicas. No cursinho, eu posso fazer esse estudo mais voltado para as gerais também”, diz.

Atualmente, ela trabalha no Centro de Atenção Psicossocial David Capistrano, em Sergipe. Passar no certame significa estabilidade para ela e para a família. “O salário é bom, e o hospital fica na minha cidade. Eu sou mãe e isso é importante para manter a família”, explica.

Diferencial

Para os cargos de nível médio e técnico, o conteúdo geral também vai trazer questões de raciocínio lógico e informática. A professora coordenadora da área de saúde do Gran Cursos, Fernanda Barboza, recomenda estudar por meio de videoaulas e questões comentadas.

“São conteúdos extensos. Se o candidato for estudar a teoria toda, acaba não dando conta do resto do edital”, alerta. O segredo, então, é identificar o que mais cai,  quais as maiores dificuldades de cada concurseiro e trabalhar em cima disso.

Ela também ressalta que a parte de português tem peso semelhante ao das questões de legislação e a parte específica. Por isso, é importante ter um olhar diferenciado sobre ela. “O português vai ter uma relevância na prova. Serão 15 questões e de grande peso.”

Fernanda chama a atenção para que os concurseiros não deixem de lado os conteúdos gerais. “São esses conteúdos, às vezes, até negligenciados na hora do estudo que vão dar o toque final. É o que vai diferenciar o candidato na hora da aprovação”, pontua.

O que diz o edital

Concurso Público para Provimento de Vagas Efetivas e Formação de Cadastro Reserva para a Empresa Brasileira De Serviços Hospitalares (Ebserh)
Inscrições: até 12 de dezembro no site www.ibfc.org.br. Editais disponíveis em: bit.ly/33D6zy6.
Taxa: entre R$ 80 e R$ 240
Vagas: 1.660 para nível médio/técnico e superior
Salários: entre R$ 2.170,22 e R$ 14.412,63
Provas: 2 de fevereiro
Locais de prova: Brasília, Maceió, Manaus, Salvador, Fortaleza, Vitória, Goiânia, São Luiz, Cuiabá, Dourados, Campo Grande, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Uberaba, Belém, João Pessoa, Campina Grande, Cajazeiras, Curitiba, Recife, Petrolina, Teresina, Rio de Janeiro, Niterói, Santa Cruz, Natal, Santa Maria, Pelotas, Florianópolis, São Paulo, São Carlos, Aracaju, Lagarto e Araguaína.
 


» Estagiária sob supervisão da editora Ana Sá

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade