Publicidade

Correio Braziliense PERFIS DE SUCESSO

Brasiliense reinventa tradição das sacoleiras em fashion truck de pijamas

Andressa Gomes não criou um modelo de negócio do zero, mas deu nova roupagem à antiga venda de porta em porta e vê a Boutique do Pijama crescer


postado em 01/12/2019 17:08 / atualizado em 01/12/2019 17:14


 
Quem tem mais de 20 anos de idade ou cresceu em regiões mais afastadas, certamente vai se lembrar das “sacoleiras” — vendedoras que visitavam as casas sob demanda com um mostruário de roupas no porta-malas dos carros. Andressa Gomes, 45 anos, chegou a ser uma dessas mulheres. Aos 15 anos, ela começou  ajudando a mãe a vender pijamas, com atendimento em domicílio.

Logo, Andressa se tornou protagonista do negócio e continuou tocando as vendas sozinha até terminar o ensino médio, dois anos depois. “Eu sempre gostei muito do contato com o público, cada dia é uma coisa diferente, você conhece muitas pessoas novas ”, diz.

De lá para cá, ela já teve outras três carreiras. Primeiro, terminou o magistério e passou três anos como professora. Apesar de também se identificar com a profissão, Andressa sentiu vontade de ter uma formação superior e começou a fazer direito ao mesmo tempo em que dava aulas.

“Enquanto eu era professora, estava fazendo o curso de direito. Deixei o concurso e fui para essa área. Comecei como estagiária em alguns escritórios de Brasília, depois montei o meu próprio, com o qual passei alguns anos. Até que eu decidi fazer o concurso e passei para a Polícia Civil”, conta ela, que se aposentou como escrivã no ano passado.

Recomeço

O fim das obrigações com a polícia foi o ponto de virada para Andressa. Foi, então, que a antiga paixão reacendeu. “As primeiras vendas fiz à moda antiga, levando para os amigos em malas. Comecei com uma, daqui a pouco já levava duas, depois três... Pensei: ‘daqui, a pouco não vou aguentar mais’ e comecei a buscar alternativas.”
 
(foto: Nícolas Braga/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Nícolas Braga/Esp. CB/D.A Press)
 
A partir de uma procura on-line, Andressa descobriu que existiam os chamados “fashion trucks”. “É uma maneira de atender o cliente de uma forma adequada, com um grande estoque, variedade de tamanhos e modelos, mas também de me dar um pouco de conforto”, explica. 

A partir dos modelos que encontrou na internet, a empresária começou a planejar que tipo de espaço gostaria de ter na sua loja móvel. “Aproveitei detalhes do que vi na minha pesquisa e comecei a imaginar como eu queria que fosse. Desde a forma de expor até a maneira de guardar o estoque ”, explica.

Para pôr a ideia em prática, ela encontrou um serviço especializado em personalizar trailers em Brasília e repassou o projeto. Cada detalhe foi cuidado pessoalmente. A empresária calcula que o investimento inicial, contando com a compra do primeiro estoque, tenha sido algo em torno de R$ 140 mil. E tem valido a pena.
Conquista dos clientes

Segundo ela, algumas pessoas se espantam com o tamanho e o conforto que encontram no espaço. “Eles olham de fora e acham que é pequeno, mas temos, inclusive, provador, para que as pessoas possam experimentar à vontade.” O principal modo de funcionamento da loja é a entrega em domicílio. O cliente chama pelo WhatsApp ou Instagram, marca um horário e recebe a visita daBoutique do Pijama sem custos, nem compromisso de compra.
 
Mas, como é um negócio novo, a maioria das pessoas ainda não tem costume de solicitar o delivery de pijama. “A pessoa pode escolher a hora e o dia que forem mais cômodos e se encaixem na rotina corrida que todos temos hoje em dia.”
 
Para divulgar o negócio, Andressa começou a levar a Boutique do Pijama para feiras e eventos abertos, além de ficar parada em locais movimentados da cidade durante alguns dias da semana, geralmente das 9h às 20h. Dessa forma, ela conheceu um dos atendimentos mais marcantes.
 
(foto: Nícolas Braga/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Nícolas Braga/Esp. CB/D.A Press)
 
“Estávamos na porta de uma escola e uma cliente passou perguntando como funcionava. Expliquei sobre o atendimento personalizado e ela nos falou da mãe, que é cadeirante e tinha dificuldades de locomoção. A gente marcou, eu levei e vi a alegria e satisfação da mãe, de poder ter uma variedade de produtos e ter a estrutura, caso ela precisasse de alguma coisa. A nossa intenção é essa, pessoas que estejam impossibilitadas por algum motivo, passaram por uma cirurgia. A gente quer que essas pessoas tenham o mesmo atendimento de todas as outras”, enfatiza.

Em expansão

Andressa destaca que os riscos da negociação, caso as vendas não sejam efetivadas, e o preço do deslocamento fazem parte do planejamento do negócio. “E isso não encarece os pijamas de forma alguma. Vendemos um produto de qualidade, comparável com o que você encontra em qualquer loja de shopping, a um preço justo”, comenta. Os valores das peças infantis variam de R$ 49,90 até R$ 74. Para adultos, os modelos de verão saem, em média, por R$ 80 — podendo variar conforme o tipo de tecido e outras especificidades.

Antes restrita a Águas Claras, a loja móvel hoje passeia por diversos pontos do DF — especialmente no Plano Piloto e Sudoeste, onde recebe mais pedidos. E, para não deixar os clientes fidelizados sem um ponto de referência, Andressa abriu uma loja física na região original. Para dar conta de tudo, ela contratou três funcionárias, uma no ponto fixo, e duas que se revezam ajudando no fashion truck. E toda essa evolução ocorreu em apenas um ano de negócio.
 
“Meu irmão fala que sou meio camaleão, por conta das várias profissões que tive ao longo da vida. Acho que todas elas contribuíram um pouco para eu estar aqui hoje e todas sempre envolveram lidar com pessoas. Espero prosperar com a Boutique e que, talvez, o negócio cresça a ponto de virar uma empresa de família, para que eu possa passar para os meus filhos”, explica.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
MEC lança diploma digital 20:01 - 10/12/2019 - Compartilhe

MEC lança diploma digital

publicidade
MEC lança diploma digital. Acompanhe ao vivo 15:04 - 10/12/2019 - Compartilhe

MEC lança diploma digital. Acompanhe ao vivo

publicidade
Começa a primeira edição da FeLiB 14:46 - 09/12/2019 - Compartilhe

Começa a primeira edição da FeLiB

publicidade
Na passarela: a diversidade 17:35 - 08/12/2019 - Compartilhe

Na passarela: a diversidade