Trabalho e Formacao

Como estudar para a prova de serviço voluntário militar da Marinha

O concurso conta com 551 vagas distribuídas em todos os nove Comandos dos Distritos Navais da Marinha do Brasil. Salários podem chegar a R$3.388,83

Ana Lídia Araújo*
postado em 02/02/2020 16:32
Todos os nove Comandos dos Distritos Navais da Marinha do Brasil estão promovendo o processo seletivo para a prestação de Serviço Militar Voluntário (SMV), como praças da reserva de 2; Classe da Marinha (RM2). Ao todo são 551 vagas de nível fundamental, médio e técnico com curso de Formação Inicial e Continuada (FIC). Os cargos se dividem entre as áreas administrativa, industrial, saúde e apoio e variam de acordo com cada um dos editais. No Distrito Federal, por exemplo, foram ofertadas 27 vagas: telecomunicações (1), enfermagem (9), higiene dental (1), patologia clínica (6), radiologia médica (3), motoristas de viaturas administrativas (6) e barbeiro (1).

Professor Alexandre AmorimAlém do DF, as oportunidades são para mais 15 estados: Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Pará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Paraná e Amazonas. Embora o edital não especifique o valor exato, segundo a Marinha a remuneração de nível fundamental chega a R$ 2.320, e de nível médio e técnico a R$ 3.388,83.

Os candidatos classificados serão convocados a cumprir um período inicial com a duração de 12 meses, podendo ser renovado, por no máximo, oito anos. O serviço militar voluntário não gera a possibilidade de permanência no cargo. Para buscar essa estabilidade, é necessário o candidato prestar outro tipo de concurso. O professor de língua portuguesa do Processus Concursos, Alexandre Amorim, é ex-militar de carreira das Forças Armadas e garante que a experiência, mesmo que temporária, é uma excelente aprendizagem profissional e para a vida. ;É uma oportunidade, principalmente para o jovem, de mirar em outras especificações. Lá, você aprende pilares importantes, como hierarquia e disciplina. É um ambiente em que todos estão buscando uma qualificação melhor, até mesmo aqueles que são de carreira;, afirma.

O que estudar?

A prova objetiva é composta por 50 questões de língua portuguesa (25) e conhecimentos específicos da carreira militar naval (25).

Segundo o professor e empresário do ramo educacional, Richi Átila, os conhecimentos específicos merecem atenção especial. ;Quando nós falamos de concurso militar, é necessário dominar o regimento. Tem que fazer muita questão, treinar bastante;, aconselha.

[SAIBAMAIS]Um diferencial desse exame é a bibliografia disponibilizada no site, em que são oferecidos material de estudo, como a Constituição Federal de 1988, e o livro Introdução à história marítima brasileira. Com esse auxílio, nem um ponto pode ser negligenciado.

Gleice Santos, 30 anos, tentará uma das nove vagas de enfermagem disponibilizadas em Brasília (DF), pertencente ao 7; Distrito Naval. Além de trabalhar em uma escala de 12/36, como técnica de enfermagem em uma UTI, ela faz faculdade de enfermagem durante a noite e ainda consegue estudar até duas horas diárias. Para se preparar para o teste de aptidão física, a estudante iniciou aulas de natação aos sábados e faz caminhadas sempre que pode.

Mesmo com a rotina agitada que não permite uma dedicação exclusiva ao concurso, Gleice diz que tem esperança de ser aprovada. ;Será um diferencial para o meu currículo e vida;, afirma.

Na hora dos estudos, o que tem causado mais dor de cabeça para a candidata é o conteúdo de língua portuguesa. Essa não é uma dificuldade somente dela. O professor Alexandre Amorim afirma que o conteúdo, por despertar aflição na maioria dos participantes, acaba se tornando um diferencial para quem gosta da matéria.;Por isso quem não gosta vai ter que se esforçar mais. Leia todo o edital;tire um dia para estudar morfologia e outro para a interpretação de texto;, aconselha.

Dicas valiosas

Professor Maicon RoqueMaicon Roque, ex-sargento de carreira do exército brasileiro e fuzileiro naval, hoje é professor no Processus Concursos e garante que montar um cronograma de estudos é imprescindível com o foco na resolução de questões anteriores. ;O foco após o edital aberto tem que ser nas resoluções de questões anteriores;, enfatiza. O professor também ressalta que é importante os candidatos controlarem a ansiedade. Uma dica importante é não se cobrar tanto.

Para Richi Átila, o momento exige que o candidato saia das redes sociais, Netflix e mentalize somente a aprovação. É importante fazer isso para manter a atenção no aprendizado e não deixar que nada atrapalhe a concentração.
Vale ressaltar que o participante precisa verificar se atende aos pré-requisitos da vaga desejada, nas disposições preliminares do concurso. Para concorrer à função de motorista de viaturas administrativas, por exemplo, é necessário ter formação inicial e continuada de trabalhadores (C-FIC) do eixo tecnológico de infraestrutura, com cursos que tenham atividades de transporte.

Passe bem/Questão Comentada

No trecho: ;Os trens de cana apitavam de quando em vez, mas não davam vencimento à das moendas.;, as palavras destacadas correspondem, morfologicamente, pela ordem, a(A) preposição, advérbio e substantivo.(B) preposição, substantivo e verbo.(C) pronome, advérbio e adjetivo.(D) preposição, advérbio e verbo. Observa-se que o emprego das Classes Gramaticais representa a matéria mais importante da Língua Portuguesa, temos as classes variáveis e invariáveis, as variáveis são ARTIGO, NUMERAL, ADJETIVO, PRONOME, VERBO E SUBSTANTIVO, e as invariáveis são PREPOSIÇÃO, INTERJEIÇÃO, CONJUNÇÃO E ADVÉRBIO. No fragmento acima, temos a PREPOSIÇÃO DE, CLASSE INVARIÁVEL QUE LIGA TERMOS, ESTABELECENDO A LIGAÇÃO DO ADJUNTO ADNOMINAL AO SUBSTANTIVO. O VOCÁBULO NÃO É UM ADVÉRBIO, PALAVRA INVARIÁVEL QUE MODIFICA ADJETIVOS, VERBOS OU OUTROS ADVÉRBIOS, NO CASO ESTÁ LIGADA A FORMA VERBAL DAVAM, E O TERMO VENCIMENTO É UM SUBSTANTIVO, CLASSE VARIÁVEL QUE DÁ NOME AOS TERMOS DE FORMA GERAL.

*Comentada pelo professor de língua portuguesa Alexandre Amorim da Processus Concursos. Essa questão segue o padrão da prova a ser aplicada pela Marinha do Brasil, visto que foi aplicada para o concurso de admissão ao curso de formação de soldados fuzileiros navais de 2003.

O que dizem os editais

Processo seletivo para a convocação de profissionais de níveis fundamental e médio para a prestação do SMV temporário
Inscrições: Encerradas
Taxa: R$46,00
Cargos: Nas áreas administrativa, industrial, saúde e apoio
Vagas: 552
Data da prova: 22 de março de 2020 (a confirmar)
Locais de prova: será divulgado em 12 de março
Salário: Entre R$ 2.320,00 e
R$ 3.388,83*
*Remuneração exata não consta no Edital. Dados fornecidos pela equipe de assessoria da Marinha do Brasil.

Número de vagas em cada distrito
1; Distrito Naval: 221 vagas ; Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais
2; Distrito Naval: 37 vagas ; Bahia, Sergipe e Minas Gerais
3; Distrito Naval: 78 vagas ; Alagoas, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba
4; Distrito Naval: 20 vagas ; Pará
5; Distrito Naval: 57 vagas ; Rio Grande do Sul e Santa Catarina
6; Distrito Naval: 48 vagas ; Mato Grosso e Mato Grosso do Sul
7; Distrito Naval: 27 vagas ; Tocantins, Goiás e Distrito Federal
8; Distrito Naval: 36 vagas ; São Paulo, Paraná e Minas Gerais

*Estagiária sob supervisão de Ana Sá

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação