UnB é a única instituição do DF com cursos com nota máxima no Enade

Resultado deste ano é referente aos cursos superiores de ciências exatas e licenciaturas, tecnólogos das áreas de controle e processos Industriais e de informação e comunicação, infraestrutura e produção industrial

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/10/2018 11:00 / atualizado em 09/10/2018 20:30

No Distrito Federal, somente a Universidade de Brasília (UnB) teve cursos que alcançaram a nota cinco, a máxima no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) na manhã desta terça-feira (9).

As informações foram colhidas em 2017 e dizem respeito aos cursos superiores das áreas de ciências exatas e licenciaturas, e tecnólogos das áreas de controle e processos industriais e de informação e comunicação, infraestrutura, produção industrial e foram colhidas em 2017.

A UnB alcançou nota máxima em 12 dos 59 cursos avaliados na instituição. São eles: arquitetura e urbanismo, ciências biológicas (bacharelado), história (licenciatura), história (licenciatura), artes visuais (licenciatura), geografia (licenciatura), filosofia (bacharelado), engenharia da computação, ciência da computação (licenciatura), engenharia civil, engenharia mecânica e engenharia ambiental.


Maior parte da UnB teve notas 3 e 4

Para a estudante de arquitetura e urbanismo na UnB, Geovanna Correia, 18 anos, a avaliação positiva faz todo o sentido. “Gosto muito dos professores, das matérias. Cobram muito, mas faz bem para a gente, porque aprendemos bastante.” Ela ainda está no primeiro semestre, mas tem convicção de que, apesar das faculdades particulares terem mais recursos, a UnB não deixa a desejar. “As particulares têm infraestrutura melhor. Aqui, focamos muito no manual, enquanto em muitos lugares eles já vão para o computador. Mas eu acho importante porque temos mais noção de escala”, afirma.  
Arquivo pessoal

O destaque da universidade pública do DF, porém, não é fenômeno isolado. Em todo o Brasil, o padrão se repete: as principais instituições públicas recebem notas maiores do que as privadas. O bom desempenho na UnB foi geral. A maior parte dos cursos ficaram com notas 3 e 4. Clique aqui e confira o desempenho completo da universidade.

Engenharia civil


Arquivo pessoal
Estudante do 10° semestre de engenharia civil, curso também avaliado em cinco, Mateus da Fonseca, 24, tece críticas ao curso, mas, ainda assim, acha que ele é superior ao de outras instituições. “É um curso muito teórico e menos prático, mas é bom. Comparando com as outras universidades que tive contato, acho que é boa. A graduação também é um pouco desatualizada, mas isso porque hoje é tudo muita muito rápido”. O colega dele, Augusto César Mendes, 26, pensa parecido. “O curso não tem muita aplicação no mercado. Poderia, às vezes, ter mais projetos voltados para o mercado. De todo modo, a qualidade dos professores é alta e tem uma base teórica muito boa”, diz.

Cursos a distância não acompanham os presenciais


Os bons resultados da UnB, contudo, não se repetem nos cursos a distância. As licenciaturas em letras — português e em artes visuais, ambas oferecidas na modalidade a distância, tiveram nota 1, a mínima no exame.  Os outros cinco cursos EAD avaliados com notas 3 e 2.

Os institutos federais também merecem destaque. Eles são os que mais aparecem com notas 3 e 4. No caso do Instituto Federal de Brasília (IFB), foram avaliados seis cursos. Ciência da computação (licenciatura), não teve concluintes suficientes para receber uma nota. Letras-português (licenciatura) teve nota 3 e os outros (química - licenciatura, ciências biológicas - licenciatura, ciência da computação - bacharelado e letras - inglês) tiveram nota quatro.

Panorama do DF


Entre as instituições particulares foram avaliadas 22 faculdades, quatro centros universitários e duas universidades. Foram 165 cursos avaliados. Destes, somente 14 tiveram nota 4. Porém, 14 cursos ficaram com a nota mínima no exame. Clique aqui e confira o desempenho geral das instituições particulares.


Confira os cursos que  conseguiram nota 4 entre as particulares:
 

Curso

Instituição

Tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas

Centro Universitário de Brasília

Pedagogia (licenciatura)

Centro Universitário do Instituto de Educação Superior de Brasília - Iesb

Ciência da computação (bacharelado)

Centro Universitário do Instituto de Educação Superior de Brasília - Iesb

Engenharia civil

Centro Universitário do Instituto de Educação Superior de Brasília - Iesb

Pedagogia (licenciatura)

Centro Universitário Estácio de Brasília - Estácio Brasília

Pedagogia (licenciatura)

Centro Universitário Planalto do Distrito Federal - Uniplan

Geografia (licenciatura)

Centro Universitário Projeção

Pedagogia (licenciatura)

Faculdade Icesp

Pedagogia (licenciatura)

Faculdade Icesp de Brasília

Educação Física (licenciatura)

Faculdade Mauá de Brasília

Tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas

Universidade Católica de Brasília

Letras-português (licenciatura)

Universidade Católica de Brasília

Pedagogia (licenciatura)

Universidade Católica de Brasília

Letras-português e inglês (licenciatura)

Universidade Paulista

 

Confira os cursos que ficaram com nota 1 na avaliação:
 
 

Curso

Instituição

Pedagogia (licenciatura)

Faculdade JK - Guará

Pedagogia (licenciatura)

Faculdade Evangélica

Arquitetura e Urbanismo

Instituto de Ensino Superior Planalto

Letras-português (licenciatura)

Faculdade Michelangelo

Letras-português (licenciatura)

Faculdade Michelangelo

Pedagogia (licenciatura)

Faculdade Michelangelo

Pedagogia (licenciatura)

Faculdade Michelangelo

Ciência da computação (bacharelado)

Universidade Paulista

Sistemas de informação

Faculdades Integradas da Upis

Letras-português (licenciatura)

Faculdade Fortium

Sistemas de informação

Faculdade Fortium

Pedagogia (licenciatura)

Faculdade JK - unidade I - Gama

Sistemas de informação

Faculdade JK - unidade II - Gama

Pedagogia (licenciatura)

Faculdade JK Brasília - Samambaia

 
 
 
Mais da metade dos universitários são brancos

Ao todo, foram avaliados 100 cursos de bacharelado e licenciatura e 75 tecnológicos. A maior parte dos 4 mil alunos participantes têm entre 16 e 33 anos. Mais da metade são brancos e somente 9,4% se declaram negros. Em engenharia civil brancos representam 58,6% dos estudantes concluintes. Na licenciatura em pedagogia, eles são 46,2% e em licenciatura - educação física 44,5%. Juntos esses três cursos representam a maior parte dos estudantes que fizeram o exame.

Além disso, 29% dos participantes têm renda de 1,5 a 3 salários mínimos e 22,6% de menos de 1,5 salário mínimo. Quase 40% não trabalha e um pouco mais de 30% trabalha 40 horas por semana.

Ao todo, 33,3% fazem cursos gratuitos. Em torno de 30% paga integralmente o curso, 14,3% usa o Fies para arcar com os custos e em torno de 17% são bolsistas. Dos concluintes, apenas 21,7% ingressaram por meio de ações afirmativas e 68,7% são oriundos de escolas públicas.

Entenda a prova


A cada ano, o Inep avalia os cursos pelo Enade. Todos os alunos concluintes dos cursos que serão avaliados naquele ano devem fazer a prova. A avaliação é formada por duas partes, uma que avalia a formação geral, que é a mesma para todos os cursos, e outra com questões específicas da área dos alunos.

Na parte de formação geral, o curso que teve o melhor desempenho entre os de bacharelado foi o de engenharia química. O com menor desempenho foi sistemas de informação. Nas licenciaturas, o melhor desempenho foi filosofia e o pior educação física. Já nos de tecnologia, a melhor nota ficou com tecnologia em gestão da produção industrial e a menor com tecnologia em redes de computadores.

O Enade atribui uma faixa com cinco níveis possíveis. A maior parte dos cursos avaliados estão medianos, com uma  nota 3. Somente 5,9% alcançaram a nota máxima. Quando se separa só os cursos presenciais esse número sobe para 6,1%, enquanto a distância fica com 2,4%.
 
 
Confira lista dos cursos da UnB avaliados 
 
 

Curso

Nota

EDUCAÇÃO FÍSICA (LICENCIATURA)

SC

ENGENHARIA ELÉTRICA

SC

ENGENHARIA ELÉTRICA

SC

ARQUITETURA E URBANISMO

5

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS (BACHARELADO)

5

HISTÓRIA (LICENCIATURA)

5

HISTÓRIA (LICENCIATURA)

5

ARTES VISUAIS (LICENCIATURA)

5

GEOGRAFIA (LICENCIATURA)

5

FILOSOFIA (BACHARELADO)

5

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO

5

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO (LICENCIATURA)

5

ENGENHARIA CIVIL

5

ENGENHARIA MECÂNICA

5

 

 
 
 
*Estagiária sob supervisão de Ana Sá.