Publicidade

Correio Braziliense

UnB aplica as provas do PAS neste domingo

São mais de 61 mil candidatos inscritos nas três etapas do programa. Consulta aos locais de provas está disponível. Portões abrem meio-dia


postado em 29/11/2019 19:01 / atualizado em 02/12/2019 17:27

Provas para as todas etapas ocorrem no domingo (1) (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Provas para as todas etapas ocorrem no domingo (1) (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

 
Um dos momentos mais importantes para os alunos do ensino médio do Distrito Federal está próximo . Neste domingo (1), mais de 61 mil  estudantes farão as provas do Programa de Avaliação Seriada (PAS), que, hoje, é considerada uma melhores alternativas de acesso à Universidade de Brasília (UnB). Desse total, 25.686 devem enfrentar a primeira, seguidos de 22.515 do segundo ano e 13.759 da última fase.

As provas serão aplicadas simultaneamente no Distrito Federal e nas cidades de Anápolis (GO), Formosa (GO), Goiânia (GO), Valparaíso de Goiás (GO), Belo Horizonte (MG), Patos de Minas (MG), Uberaba (MG) e Uberlândia (MG), com início às 13h. Mas atenção: a terceira fase ocorre apenas em Brasília.

Em cada etapa, são aplicadas uma avaliação objetiva – composta de duas partes – e redação, ambas elaboradas de acordo com a matriz de referência do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos. A consulta aos locais de prova deve ser feita individualmente por cada estudante, no site do PAS/UnB. 

Concorrência

No total, são 4.232 vagas oferecidas, divididas entre o primeiro e segundo semestre de 2020. O curso com a maior concorrência geral é medicina, seguido por psicologia, medicina veterinária, odontologia e direito.  

No câmpus Darcy Ribeiro, os cursos mais disputados são medicina, com 57,10 candidatos por vaga, psicologia, com 35,84 e medicina veterinária, com 24,55. Em Ceilândia, a maior concorrência é para fisioterapia (15,36). Em Planaltina, ciências naturais diurno (1,05). No Gama, a graduação em engenharias, que permite que o estudante faça a opção entre aeroespacial, automotiva, eletrônica, de energia e de software durante a graduação, registrou 4,05 candidatos por vaga.

Dicas para se sair bem 

Professor de matemática, Leonardo Simões acredita que terceira fase seja mais trabalhosa(foto: Arquivo do Colégio João Paulo II)
Professor de matemática, Leonardo Simões acredita que terceira fase seja mais trabalhosa (foto: Arquivo do Colégio João Paulo II)
O professor de matemática do Colégio Marista João Paulo II Leonardo Simões, 32 anos, acredita que a avaliação da última etapa seja a mais trabalhosa porque tem mais questões. Ele acrescenta que “o exame é baseado nas obras da matriz; então, se o aluno estudou, se torna mais fácil, porque ele já vai saber as temáticas”. 

Em relação às questões de matemática, Leonardo diz que a banca examinadora cobra de forma direta o conteúdo. “Não prioriza a interdisciplinaridade. É uma prova conteudista. Por exemplo, na prova da terceira etapa sempre cai geometria analítica. Para o candidato conseguir resolver esses itens, é necessário que ele domine alguns conceitos e regrinhas, diferentemente do que é cobrado no Enem", explica. 

Por faltarem dois dias para a prova, ele indica que os candidatos devem “revisar os conteúdos mais frequentes e resolver  provas anteriores”. Segundo o professor, o aluno terá uma ideia de como a banca cobra os conteúdos, “principalmente para os inscritos no primeiro ano”, ressalta. 

No dia da prova

Os candidatos devem levar somente comprovante de inscrição, documento de identidade original com foto e caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente. Para aqueles que desejam transportar algum lanche ou bebida, devem se lembrar de colocar os produtos em recipientes transparentes, sem nenhum rótulo.

Não será permitido o uso de equipamentos eletrônicos como smartphone, tablet, gravador, pendrive, mp3 player ou similares. Relógio, óculos escuros, protetor auricular, chapéu, boné, gorro, lápis, lapiseira/grafite, marca-texto e borracha também estão proibidos. 

Gabaritos

Os gabaritos oficiais preliminares dos itens tipo A, B, C e os padrões de respostas dos itens do tipo D de todas as etapas serão publicados a partir das 19h, na data provável de 3 de dezembro, no site do Cebraspe. 
 
Saulo Martins, professor de Biologia, acredita que o PAS seja a melhor maneira de ingresso na UnB(foto: Arquivo Reciclagem Educacional)
Saulo Martins, professor de Biologia, acredita que o PAS seja a melhor maneira de ingresso na UnB (foto: Arquivo Reciclagem Educacional)
 

Experiência de quem passou

Saulo Martins de Sá Mandel, 35 anos, é professor de biologia do curso Reciclagem. Ele  ingressou na UnB por meio do PAS e recomenda a experiência. “Eu passei em 2001, foi uma oportunidade incrível. Por isso, sempre digo para meus alunos aproveitarem essa chance porque é uma alternativa de acesso mais distribuída, um estudo mais cadenciado”, avalia. 

Segundo o professor, questões que abordam a temática de ecologia frequentemente aparecem na prova de biológicas na primeira etapa. Contudo, a segunda fase há uma “puxada” forte para o conteúdo de botânica, “principalmente fisiologia e anatomia”. Ele acrescenta que, no terceiro ano, são cobradas questões de genética, fisiologia humana e evolução. 

Assim como o professor Simões, Mandel sugere que os alunos revisem os conteúdos nesses últimos dias. “Neste momento, não dá mais para o candidato buscar estudar tudo que ele perdeu durante o ano. O ideal é concentrar a revisão nos conteúdos que são mais cobrados, seria mais pontual”, ressalta. 

Meta

Eduarda Marques, 17 anos, sonha em cursar psicologia na UnB e está esperançosa(foto: Arquivo Pessoal)
Eduarda Marques, 17 anos, sonha em cursar psicologia na UnB e está esperançosa (foto: Arquivo Pessoal)
O maior sonho de Eduarda Marques, 17 anos, é cursar psicologia na Universidade de Brasília (UnB). A estudante do terceiro ano, que mora e estuda em Valparaíso (GO), afirma que está a um passo de conseguir o que deseja. “Fui relativamente bem nas duas etapas anteriores. Na primeira, fiquei bem nervosa, mas, na segunda, estava mais relaxada, pois sabia como funcionava. Tenho quase certeza que estou dentro”, confia.

Ela conta que, desde o início do ensino médio, a escola em que estuda [Rede Elite] deu incentivos para que ela fizesse o PAS. Porém, a rotina de estudos se tornou mais intensa a partir do segundo semestre deste ano. “Depois das férias de julho, comecei a fazer um cursinho pré-Enem/PAS. Completava com estudos em casa, vendo vídeoaulas e refazendo provas do Cebaspe. Passava estudando, em média, seis horas diárias”, lembra.

Mesmo preparada, a aluna confessa  que está ansiosa. “É a última prova e é a que mais vale. Preciso tirar uma nota boa e isso é um gatilho para minha ansiedade. Fico com falta de ar, o coração fica acelerado, a parte do tórax fica tenso, passo a comer menos e fico muita enjoada.” Para o dia anterior à avaliação, a ideia de Eduarda é relaxar. “Minha expectativa é altíssima, mas no sábado eu pretendo repousar, assistir séries, filmes, comer bem. A ideia é ir  fazer a prova com a mente bem descansada”, adianta. 

Correndo atrás

A estudante do 2º ano Emilly Santana, 16 anos, pretende se esforçar muito no próximo domingo porque não se saiu bem na primeira etapa. “Estava muito ansiosa, deixei para estudar faltando um mês e acabei tendo um resultado nada exorbitante. Tirei 22 e fiquei extremamente decepcionada”, admite. 
 
Para conseguir reverter essa situação, ela tem se dedicado mais aos estudos. “Nesta segunda etapa está sendo diferente, venho me preparando desde o início do ano, treinando redações, exercícios e simulados”, explica. 

Emilly conta que ansiedade é algo presente quando se sente pressionada, entretanto, ela tem procurado resolver o problema. “É um fator que prejudica muito, a ponto de eu sentir até crises de pânico. Não tenho um jeito de lidar, apenas procuro pensar que é apenas uma prova até todo esse desespero passar.” 

Aplicação


Segundo o Cebraspe, 6 mil colaboradores  trabalharão durante a aplicação das provas no domingo. Um total de 775 atendimentos especiais serão realizados, entre auxílio para leitura, salas para amamentação, mesas e cadeiras separadas, intérpretes de libras, entre outros.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
Colégio promove debate sobre futuro do Enem 19:18 - 09/07/2020 - Compartilhe

Colégio promove debate sobre futuro do Enem

publicidade
publicidade
publicidade