Publicidade

Correio Braziliense

É fake! Motorista de Uber não está assaltando usuários do aplicativo

Mensagem falsa alerta para roubo de passageiros e ainda cita o nome e o veículo do acusado

Compartilhar

postado em 21/01/2019 15:45 / atualizado em 21/01/2019 15:49

(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
 
Um dos serviços de transporte particular mais utilizados em todo o país, a Uber também é alvo constante dos mais diversos tipos de boatos difundidos pelas redes sociais, principalmente pelo WhatsApp. Após desmentir a história de que o sistema da empresa havia sido rastreado por criminosos, o Holofote entrou em cena mais uma vez para esclarecer outra mensagem espalhada pela internet. Confira:

"Atenção: se forem pedir Uber e vier um Fiat Idea branco, placa LLJ 3180 cujo motorista se chame Adilson, cancele a corrida. Este cara está assaltando os passageiros. Divulguem para seus amigos e familiares. Repasse."
 
 

Segundo apuração do Holofote, o caso realmente aconteceu, mas a mensagem final foi manipulada. Em novembro de 2017, três usuários do aplicativo no Rio de Janeiro foram assaltados por Adilson de Oliveira Carijo durante corridas. Entretanto, o homem foi detido pela Polícia Militar carioca no mês seguinte. Segundo a PMRJ, ele utilizava uma réplica de arma de fogo para cometer os crimes.
 
Mesmo assim, a história repercutiu nas redes sociais e alguém teve a ideia de avisar que Adilson estava "assaltando geral" na Uber. Segundo a empresa de aplicativo de transporte, o homem estava cadastrado no aplicativo, mas foi banido em novembro de 2017 após denúncia feita por um usuário. O carro, que, na verdade, é preto e não branco, também não está mais cadastrado no sistema.

A Uber esclareceu ainda que, assim como em boatos anteriores, a mensagem não é nova e volta e meia dá as caras novamente nas redes sociais. Apesar da mensagem final ter sido manipulada, é importante lembrar dos cuidados necessários após solicitar uma viagem por qualquer aplicativo de transporte. Ao localizar o condutor, o passageiro deve checar, antes de entrar no veículo, se o nome do motorista, a placa e o modelo do carro são os mesmos indicados pelo sistema.

Etiquetas

Informação comprovadamente verdadeira


Informação parcialmente correta, mas precisa de esclarecimentos


Informação comprovadamente incorreta ou falsa


Afirmação ou dado exagerado coloca em xeque a informação


A fonte se valeu de ferramentas digitais para modificar foto, áudio ou vídeo


Contradição ameaça a credibilidade da informação


A equipe precisa de mais tempo para atestar a veracidade das informações


Faltam dados e fontes capazes de comprovar a informação


↑Topo