Publicidade

Correio Braziliense

Tweet do PT sobre reunião do Foro de São Paulo na Venezuela não é de hoje

O post foi divulgado pelo Movimento Brasil Livre (MBL), confundindo diversos internautas. A mensagem do PT é verdadeira, mas foi publicada em 2013

Compartilhar

postado em 24/01/2019 14:40 / atualizado em 24/01/2019 15:05

(foto: Reprodução/Internet)
(foto: Reprodução/Internet)
 

Um dia após 14 países, incluindo o Brasil, reconhecerem o líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, presidente interino do país, o Movimento Brasil Livre (MBL) publicou, na manhã desta quinta-feira (24), um post no Twitter que confundiu muitos internautas. Com os recentes conflitos na Venezuela, a mensagem insinua que integrantes do Partido dos Trabalhadores (PT) estariam a caminho de Caracas para uma reunião do Foro de São Paulo em apoio a Nicolás Maduro.

 

(foto: Reprodução/Internet)
(foto: Reprodução/Internet)
 

 

A existência do Foro de São Paulo não é segredo para ninguém. A organização que reúne partidos e políticos de esquerda existe desde 1990 e mantém um site oficial com agendas e notícias do grupo.

O post replicado pelo MBL, no entanto, é de 2013, e não está mais disponível no site do PT.

 

(foto: Reprodução/Internet)
(foto: Reprodução/Internet)

 

Em nota enviada ao Holofote, o PT informou: "Em 2013, o secretário executivo do Foro era o então secretário de Relações Internacionais do PT, Valter Pomar, que participou da reunião. A reunião do FSP, realizada em abril de 2013, em Caracas, tinha como objetivo fazer uma homenagem póstuma a Hugo Chavez e apoiar Nicolás Maduro."

 

Ainda segundo a assessoria do partido, não há previsão de que integrantes da sigla desembarquem na Venezuela nos próximos dias, mesmo com as mensagens da presidente do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, contra a intervenção do Brasil na política da Venezuela.

 

 

Com checagem de Igor Silveira

Etiquetas

Informação comprovadamente verdadeira


Informação parcialmente correta, mas precisa de esclarecimentos


Informação comprovadamente incorreta ou falsa


Afirmação ou dado exagerado coloca em xeque a informação


A fonte se valeu de ferramentas digitais para modificar foto, áudio ou vídeo


Contradição ameaça a credibilidade da informação


A equipe precisa de mais tempo para atestar a veracidade das informações


Faltam dados e fontes capazes de comprovar a informação


↑Topo