Publicidade

Correio Braziliense

Alerta falso! É boato que fevereiro terá uma 'forte onda de calor' no Brasil

Texto divulgado nas redes sociais afirma que o país terá o fevereiro mais quente da história, mas informação não tem nenhuma base científica

Compartilhar

postado em 07/02/2019 12:45 / atualizado em 07/02/2019 12:53

(foto: Reprodução/Inmet)
(foto: Reprodução/Inmet)
 
Mensagens no Facebook e no WhatsApp assustaram quem se deparou com o aviso: “Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) e institutos do Chile, este será o fevereiro mais quente que se terá registro na história de medições”. O texto acrescenta que não há previsão de chuva em nenhum ponto do país nesses 28 dias e que os brasileiros devem se preparar para um possível período de desabastecimento da água e energia. Mas o Holofote checou a mensagem com o Inmet e descobriu que ela não é verdadeira.

O meteorologista Mamedes Luiz Mello, do Insituto Nacional de Meteorologia (Inmet), esclareceu que o verão é, realmente, uma estação com temperaturas mais altas, mas que isso não provoca a estiagem divulgada nas redes sociais. “É um texto surreal, primeiro, porque ele coloca uma previsão igual para o país todo. O Brasil tem uma extensão muito grande, é muito difícil ter um período em que não chova em nenhuma área sequer. Então, é tudo uma pura mentira”, ressalta.
 
(foto: Reprodução/redes sociais)
(foto: Reprodução/redes sociais)
 

É difícil saber como surgiu o boato, pois a maioria das postagens nas redes sociais é de pessoas que copiam e colam o texto em seus perfis. Além disso, o Holofote identificou que até mesmo sites de notícias publicaram o “aviso”. Mas quem lê com cuidado consegue perceber algumas características marcantes das “fake news”, como o pedido para compartilhar com mais pessoas e a teoria de que a informação não foi divulgada oficialmente “para não assustar a população”. 

Para evitar a desinformação, o Inmet inseriu uma nota no site oficial esclarecendo o boato. Confira o texto assinado pelo assina o diretor do instituto, Francisco de Assis Diniz: 

“O texto recentemente veiculado nas redes sociais sobre uma previsão de forte onda de calor no mês de fevereiro não procede, não possui qualquer fundamento técnico/científico e nenhuma base de estudo ou pesquisa climatológica ou de previsão climática, tratando-se, portanto, de notícia falsa”

O meteorologista Mamedes também explica que a previsão para este mês no Distrito Federal é de que as chuvas fiquem dentro do esperado, com um volume médio de 183mm.
 
 

Etiquetas

Informação comprovadamente verdadeira


Informação parcialmente correta, mas precisa de esclarecimentos


Informação comprovadamente incorreta ou falsa


Afirmação ou dado exagerado coloca em xeque a informação


A fonte se valeu de ferramentas digitais para modificar foto, áudio ou vídeo


Contradição ameaça a credibilidade da informação


A equipe precisa de mais tempo para atestar a veracidade das informações


Faltam dados e fontes capazes de comprovar a informação


↑Topo