Publicidade

Correio Braziliense

Chá de erva-doce e água morna contra o coronavírus? É tudo balela

O Holofote publica, a partir de hoje, compilado de checagens feitas pela AFP em todo o mundo. Começamos com três fake news nas redes sociais

Compartilhar

postado em 05/02/2020 16:30 / atualizado em 05/02/2020 16:30

(foto: Kai Pfaffenbach/Reuters)
(foto: Kai Pfaffenbach/Reuters)
À medida que a epidemia do novo coronavírus supera os 400 mortos na China, onde há mais de 24 mil casos de contaminação confirmados, informações falsas se propagam rapidamente nas redes sociais. Nos próximos três dias, o Holofote detalhará casos analisados pela equipe de checagem da Agência France-Presse AFP em todo o mundo. Confira:


Médicos recomendam chá de erva-doce para combater o novo coronavírus

PISOU NA BOLA
PISOU NA BOLA


De acordo com postagens compartilhadas em diversos idiomas no Facebook, médicos recomendam beber chá de erva-doce para combater o vírus 2019-nCoV, pois a infusão tem a mesma substância do remédio Tamiflu. No entanto, além de a erva-doce não conter o princípio ativo do medicamento, este não é indicado para tratamento do novo coronavírus.

_________________________________________________________________

Foto mostra pessoas mortas pelo novo vírus detectado na China

PISOU NA BOLA
PISOU NA BOLA


Uma foto de diversas pessoas caídas no chão foi replicada por múltiplas páginas no Facebook, alegando mostrar a "realidade da China". Compartilhada em meio à epidemia do novo coronavírus detectado na cidade chinesa de Wuhan, a imagem data, na verdade, de 2014 e mostra uma performance artística realizada em Frankfurt, na Alemanha.

_________________________________________________________________

Autoridade canadense indica beber água morna para se proteger do novo coronavírus

PISOU NA BOLA
PISOU NA BOLA


Um suposto boletim médico em que autoridades de Saúde do Canadá recomendam manter a garganta úmida bebendo água morna para se proteger do novo vírus foi amplamente compartilhado em português, inglês, francês e espanhol.

Consultada pela equipe de checagem da AFP, a autoridade sanitária do Canadá negou ter emitido as recomendações viralizadas, que, por sua vez, não constam em listas de medidas oficiais de prevenção do 2019-nCoV.

Etiquetas

Informação comprovadamente verdadeira


Informação parcialmente correta, mas precisa de esclarecimentos


Informação comprovadamente incorreta ou falsa


Afirmação ou dado exagerado coloca em xeque a informação


A fonte se valeu de ferramentas digitais para modificar foto, áudio ou vídeo


Contradição ameaça a credibilidade da informação


A equipe precisa de mais tempo para atestar a veracidade das informações


Faltam dados e fontes capazes de comprovar a informação


Informações conflitantes impedem a comprovação dos dados apresentados


Topo