Publicidade

Correio Braziliense

135 milhões de toneladas de CO2 a menos

Mecanismos do Protocolo de Kyoto evitam a emissão de dióxido de carbono


postado em 21/04/2008 11:09 / atualizado em 21/04/2008 11:22

OSLO – Os Mecanismos para um Desenvolvimento Limpo (MDL), previstos pelo Protocolo de Kyoto, permitiram evitar a emissão de 135 milhões de toneladas de dióxido de carbono (CO2). O anúncio foi feito pelo departamento norueguês de certificação Den Norske Veritas (DNV). Os MDL proporcionam aos países industrializados e a suas empresas a possibilidade de financiar projetos que permitam reduzir as emissões de gases de efeito estufa nos países em vias de desenvolvimento. Em troca, o investidor obtém créditos de emissão. Os projetos MDL geraram até agora mais de 135 milhões unidades de redução certificada das emissões (URCE). Cada unidade equivale a uma tonelada de dióxido de carbono. O mecanismo deverá, segundo as expectativas atuais, gerar mais de 2,7 bilhões de URCE durante a primeira fase do Protocolo de Kyoto, ou seja, entre 2008 e 2012. Os países que mais se beneficiaram com os projetos de MDL foram a China e a Índia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade