Publicidade

Correio Braziliense

Desaparecimento de Madeleine completa um ano

 


postado em 02/05/2008 11:39 / atualizado em 02/05/2008 11:45

Praia da Luz, Portugal - A busca em um pequeno povoado português por uma garota britânica que desapareceu durante as férias com a família converteu-se em uma operação global. Mas, um ano após o desaparecimento de Madeleine McCann da Praia da Luz, ela é ainda uma das milhares de crianças pelo mundo que desaparecem sem deixar rastros. Missas na Grã-Bretanha e no balneário português marcarão neste sábado o primeiro ano da tragédia da família McCann. O desaparecimento de Madeleine ocorreu em 3 de maio de 2007, quando ela estava prestes a completar quatro anos. A família passava férias em Portugal. O casal foi jantar em um restaurante próximo e, quando voltou, a garota não estava mais no quarto do resort em que eles estavam hospedados. O caso provocou comoção internacional, e ativistas usam-no para pressionar por mudanças capazes de proteger mais as crianças. Ernie Allen, presidente do Centro Internacional de Crianças Desaparecidas e Exploradas, organização sediada nos Estados Unidos, disse que a campanha dos McCann para encontrar a filha ajudou em esforços internacionais.

Garota britânica desaparecida há um ano(foto: PAULO DUARTE/AP)
Garota britânica desaparecida há um ano (foto: PAULO DUARTE/AP)
"Há esses casos transcendentes, que chamam a atenção da imprensa e do público em todo mundo", avaliou Allen. "Por serem trágicos, jogam luz sob o problema, e nós temos que estar preparados para usar essas oportunidades para fazer mudanças importantes." Os pais de Madeleine, Kate e Gerry, ambos médicos na Inglaterra, lançaram uma campanha mundial para encontrar a garota. A escritora J. K. Rowling, autora da série Harry Potter, e o jogador David Beckham, entre outras celebridades, participaram da iniciativa. Uma reunião com o papa Bento XVI também tratou do tema. O casal chegou a ser apontado como suspeito pela polícia portuguesa, que depois voltou atrás. Eles negam qualquer envolvimento no desaparecimento, e as investigações seguem em andamento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade