Publicidade

Correio Braziliense

Ruralistas argentinos mantêm paralisação por mais uma semana

 


postado em 03/06/2008 09:06 / atualizado em 03/06/2008 12:44

Buenos Aires - As quatro entidades rurais da Argentina decidiram nesta segunda-feira à noite continuar com o locaute de grãos e protestos em todo o país por mais uma semana. No entanto, no país onde o consumo de carne bovina é o maior do mundo (70 quilos por pessoa, por ano), os produtores decidiram liberar, a partir desta terça-feira (03/06), a comercialização de gado para evitar o desabastecimento. O locaute (paralisação patronal) deveria ter terminado nesta segunda-feira, mas os produtores não estão dispostos a abandonar a luta contra o governo enquanto não conseguirem reverter os aumentos das "retenções" (os impostos aplicados sobre as exportações) e o mecanismo de alíquotas móveis, que acompanham os preços internacionais dos grãos. Fortalecidos com o apoio da população urbana e rural, os produtores esperam um gesto de abertura de diálogo por parte do governo para discutir mudanças nas retenções e na política agropecuária argentina. Nem a forte onda de frio que chegou ao país assustou os agricultores, que não abandonaram os pontos de concentração nas rodovias.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade