Publicidade

Correio Braziliense

Indiano seqüestrado no Sudão é solto

 


postado em 04/06/2008 17:09 / atualizado em 04/06/2008 17:09

CARTUM - Um dos quatro trabalhadores indianos seqüestrados em meados de maio na região petrolífera sudanesa de Abyei, centro de disputa entre o governo e a ex-rebelião do sul, foi libertado nesta quarta-feira (04/06), anunciou o embaixador da Índia no Sudão. "Confirmo que um deles voltou para o acampamento esta manhã. Está em boa condição de saúde e não foi ferido", declarou Deepak Vora, por telefone, à AFP. O embaixador disse esperar a pronta libertação dos outros três indianos que trabalham no setor petroleiro. O grupo foi feito refém, junto com seu motorista sudanês, em 13 de maio, na estrada entre o campo de petróleo de Neem e a cidade de Heglig. Ainda não se sabe a identidade dos seqüestradores, que podem ser membros de tribos locais. Não foram divulgadas informações sobre as circunstâncias do retorno do indiano para seu acampamento. Os quatro trabalham para a Petro Energy Contracting Services, uma empresa que fornece ajuda técnica no setor da indústria petrolífera e que, no Sudão, conta com 75 funcionários indianos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade