Publicidade

Correio Braziliense

Nova York proíbe gorduras 'trans' artificiais nos alimentos

 


postado em 30/06/2008 19:28 / atualizado em 30/06/2008 19:28

NOVA YORK - As autoridades de saúde de Nova York proibirão quase completamente, a partir desta terça-feira (01/07), a utilização de gorduras artificiais "trans" nos alimentos. A nova regra, que já valia desde o ano passado para os óleos de fritura, será ampliada aos demais alimentos, incluindo gorduras não-saturadas utilizadas em padarias e confeitarias. "Todas as comidas servidas, incluindo óleos e margarinas utilizados em confeitarias, não poderão apresentar mais de 0,5 grama de gordura 'trans' artificial por porção", anunciou o Departamento de Saúde. Segundo o Departamento, o cumprimento da primeira fase da proibição de gorduras nocivas foi "muito elevado", com mais de 98% dos restaurantes inspecionados no mês passado ficando dentro das normas. Nova York foi a primeira cidade americana a proibir esse tipo de gordura, mas a Filadélfia (Pensilvânia) seguiu o exemplo no ano passado. Fabricadas com a hidrogenação de óleos vegetais, as gorduras "trans" tornam os alimentos mais crocantes, mas são consideradas um fator de risco para a obesidade e as doenças cardiovasculares. A obesidade aumentou, dramaticamente, na última década nos Estados Unidos, onde segundo estatísticas da associação American Heart, 65% das pessoas com mais de 20 anos são obesas, ou têm excesso de peso.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade