Publicidade

Correio Braziliense

Musharraf pode enfrentar processo de impeachment

 


postado em 07/08/2008 09:26 / atualizado em 07/08/2008 09:27

Islamabad - A coalizão de governo do Paquistão pedirá ao presidente Pervez Musharraf que busque um voto de confiança do Parlamento ou enfrente um processo de impeachment, disseram nesta quinta-feira (07/08) integrantes de alto escalão dos partidos da base governista. Dois membros de agremiações da situação disseram que a estratégia foi decidida hoje ao término de extensas reuniões entre Asif Ali Zardari, presidente do Partido Popular do Paquistão (PPP), e o ex-primeiro-ministro Nawaz Sharif. O anúncio formal do resultado das negociações, que duraram dois dias, será feito durante uma entrevista coletiva em Islamabad. Musharraf, que derrubou o governo de Sharif em um golpe palaciano aplicado em 1999 e governou o Paquistão durante oito anos, ficou de lado depois que Zardari e Sharif formaram uma coalizão de governo após derrotarem os aliados do ex-general nas eleições parlamentares de fevereiro. A atual coalizão de governo possui maioria confortável na Assembléia Nacional, motivo pelo qual Musharraf, um aliado dos Estados Unidos, teria dificuldade para vencer um voto de confiança, o que aumentaria a pressão para que renuncie. Pouco depois de a notícia ter vindo à tona, o Ministério das Relações Exteriores anunciou que o primeiro-ministro Yousaf Raza Gillani representará o Paquistão na abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim - e não Musharraf, como vinha sendo planejado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade