Mundo

EUA e Iraque ainda sem acordo para a retirada de tropas

;

postado em 22/08/2008 16:14
Crawford - A Casa Branca desmentiu nesta sexta-feira (22/08) que os negociadores de Washington e Bagdá tenham alcançado um acordo prevendo a retirada total de tropas americanas do Iraque no final de 2011. "Há ainda discussões em curso", declarou em Crawford (Texas, sul) o porta-voz, Gordon Johndroe, ouvido sobre declarações iraquianas segundo as quais teria havido um acerto. Antes dessa resposta, o chefe dos negociadores iraquianos sobre a situação futura das tropas americanas no Iraque", Mohammed al-Haj Hammud, havia dito que o trabalho dos negociadores teria sido concluído, estando, então, nas mãos dos dirigentes políticos iraquianos". "No fim 2011, as tropas americanas deixarão o Iraque", destacou, indicando ainda que existe uma cláusula segundo a qual a retirada pode acontecer antes de 2011 ou a presença pode ser prolongada para depois de 2011 em função da situação. As negociações sobre o status futuro das tropas americanas no Iraque (Sofa, Status of Forces Agreement) começaram em fevereiro e deveriam ter terminado no fim de julho, mas a complexidade das questões e as divergências, principalmente sobre um calendário de retirada das tropas americanas, vêm atrasando a redação de um acordo. Os EUA têm atualmente 142.000 soldados no Iraque. "Apesar de as negociações estarem chegando ao fim, e de já podermos ver o fim do túnel, ainda há muitos detalhes para serem discutidos, e estamos tentando acertá-los neste momento", afirmou Johndroe. Segundo ele, o presidente americano, George W. Bush, e o primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, debateram o projeto de acordo durante uma hora através de vídeo-conferência. "Eles falaram do acordo sobre o qual estamos trabalhando com os iraquianos e concordaram que nossas equipes estão dando continuidade as discussões", informou, a partir do rancho de Crawford, onde Bush passa suas férias.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação