Mundo

Bolívia restabelece fornecimento de gás ao Brasil

;

postado em 11/09/2008 20:14
O bombeamento de gás natural para o Brasil, interrompido por aproximadamente sete horas, foi retomado depois que a operadora do gasoduto reativou a válvula que havia sido fechada na madrugada de quinta-feira por grupos opositores ao governo de Evo Morales, informou uma fonte da empresa Transierra. A companhia afirma que já superou o incidente, que afetou uma válvula de segurança localizada na comarca de Macharetí, no departamento de Chuquisaca, sudeste. Ao todo, a sabotagem fez com que a Transierra deixasse de transportar 17 milhões de metros cúbicos de gás pelo gasoduto para São Paulo. Uma explosão, que na quarta-feira atingiu outro duto da empresa Chaco, no sudeste do país - chamada pelo governo de "atentado terrorista" -, impediu o envio de 3 milhões de metros cúbicos de gás para abastecer o mercado brasileiro. Esses episódios afetaram também a Argentina, que normalmente recebe entre 1 e 1,5 milhões de metros cúbicos de gás boliviano, segundo números oficiais. O ministro brasileiro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou que o país já tem um plano de contingência caso haja novos cortes, e confirmou que a situação do abastecimento boliviano "se agravou muito" na manhã desta quinta-feira, porque afetou praticamente metade dos 30 milhões de metros cúbicos fornecidos diariamente pela Bolívia. "O governo tem um plano de contingência", garantiu Lobão, estimando, no entanto, que o abastecimento seja totalmente normalizado em dois ou três dias.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação