Publicidade

Correio Braziliense

"Homem-jato" atravessa Canal da Mancha com uma asa e quatro turbinas portáteis

 


postado em 26/09/2008 09:50 / atualizado em 26/09/2008 10:15

DOVER - O piloto suíço Yves Rossy, conhecido como "o homem-jato", realizou com êxito um vôo entre Calais (França) e Dover (Inglaterra) com uma asa de carbono dotada de quatro turbinas portáteis fixada em suas costas. Rossy, 49 anos, fez 35 km em questão de alguns minutos. Ele teve de desistir de suas tentativas anteriores, na quarta e quinta, por causa das condições climáticas. Ex-piloto militar (mais de mil horas de vôo em Mirages III e F-5), e atualmente piloto comercial, em 2004 ele se tornou o primeiro homem a voar com uma asa individual dotada de turbinas portáteis. Este vôo de quatro minutos o fez entrar para o livro Guiness dos Recordes Mundiais. A nova asa, de uma envergadura de 3 metros, permite o vôo de apenas alguns minutos devido ao pequeno tanque de querosene (30 litros). Aventureiro nas horas vagas, Rossy já fez mais de mil saltos de pára-quedas, além de praticar skysurf e se dedicar à criação de asas como a utilizada em sua nova proeza.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade