Publicidade

Correio Braziliense

Justiça argentina ordena intervenção da Aerolíneas Argentinas

 


postado em 21/11/2008 18:11 / atualizado em 21/11/2008 18:15

BUENOS AIRES - A Justiça argentina ordenou a intervenção das companhias Aerolíneas Argentinas e Austral, há sete anos nas mãos do grupo espanhol Marsans, para garantir a continuidade do serviço público, informou o secretário de Transporte, Ricardo Jaime, nesta sexta-feira. A intervenção atendeu a uma solicitação do Ministério de Planejamento Federal, apresentada na terça-feira passada. Em declarações à imprensa, Jaime oficializou a intervenção e informou que o interventor será José Luis Perrone e que Julio Alak, representante do governo argentino na diretoria, continuará no cargo. A decisão foi tomada no momento em que legisladores da bancada governista elaboram um projeto de lei para a expropriação das companhias, depois da paralisação das negociações entre o governo e o grupo Marsans, devido a diferenças no preço de venda das empresas no processo de transferência para o Estado argentino.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade