Publicidade

Correio Braziliense

Morre Alexis II, patriarca ortodoxo de todas as Rússias

 


postado em 05/12/2008 08:14 / atualizado em 05/12/2008 08:17

MOSCOU - O patriarca de Moscou e de todas as Rússias, Alexis II, líder da maior igreja ortodoxa do mundo, faleceu nesta sexta-feira aos 79 anos, anunciou a secretaria de imprensa do patriarcado. "Alexis II morreu", afirmou um membro da secretaria. "O santo patriarca faleceu de manhã em sua residência de Peredelkino (perto de Moscou)", afirmou o diretor do serviço de imprensa, Vladimir Viguilianski. Alexis II, muito ligado ao primeiro-ministro e ex-presidente Vladimir Putin, dirigia a maior igreja ortodoxa russa desde 1990. Restabeleceu, com o apoio do Kremlin, a influência de sua igreja em um país que saía de 70 anos de ateísmo do regime soviético. "Estou emocionado, tinha um imenso respeito por ele", declarou à agência Interfax o último presidente soviético, Mikhail Gorbachov, pai da 'perestroika', que permitiu a abertura do regime. Alexis II era uma figura muito respeitada na Rússia e muito presente na política meios de comunicação. Durante sua gestão teve momentos de tensão com os católicos, que acusava de atividades "proselitistas" na Rússia, e se negou a receber o Papa João Paulo II. Uma aproximação com o Vaticano era esboçada desde a eleição de Bento XVI. No entanto, em junho, Alexis II reiterou que o "proselitismo" católico representava um "problema nas terras tradicionalmente ortodoxas da Rússia e de outros países" da hoje extinta União Soviética.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade