Publicidade

Correio Braziliense

Extrema-direita volta ao governo na Suíça

 


postado em 10/12/2008 07:41 / atualizado em 10/12/2008 07:53

GENEBRA - A extrema-direita voltou ao governo suíço nesta quarta-feira (10/12), com a eleição no Parlamento para entrar no gabinete de Ueli Maurer, ex-presidente da União Democrática de Centro (UDC), um partido abertamente xenófobo e antieuropeu. Maurer obteve a maioria necessária (122 votos de 243) depois de três votações no Parlamento. Com a incorporação de Maurer ao Conselho Federal (governo), a ala mais conservadora da UDC volta ao gabinete quase um ano depois da saída de seu líder Christoph Blocher, em 12 de dezembro de 2007. Maurer ocupará o lugar do conselheiro federal Samuel Schmid, que renunciou, e será ministro da Defesa. O novo governo da Suíça tomará posse em janeiro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade