Publicidade

Correio Braziliense

Hotéis atacados em Mumbai reabrem parcialmente

 


postado em 21/12/2008 17:55 / atualizado em 21/12/2008 17:59

O hotel Trident, no complexo Oberoi, e parte do Taj Mahal, ambos em Mumbai, foram reabertos neste domingo com uma cerimônia religiosa, três semanas depois de os locais serem atacados por terroristas. Um grupo de militantes islâmicos atacou o complexo Oberoi e nove outros locais da cidade em 26 de novembro, matando 164 pessoas em três dias. As áreas principais do hotel Oberoi, que fica no mesmo complexo, e do icônico hotel de luxo Taj Mahal foram bastante danificadas por granadas e tiros e deverão permanecer fechadas por meses. Na reabertura do Trident, cães farejadores patrulhavam a área do lado de fora, policiais se mantinham atrás de proteções de sacos de areia, e guardas checavam bagagens e identidades. Com a aproximação dos feriados de final de ano, os hotéis se apressaram para abrir algumas partes para hóspedes, prometendo uma segurança mais reforçada. "Podemos ser feridos, mas nunca cairemos", disse Ratan Tata, presidente do conselho do Grupo Tata, que controla o Taj Mahal, antes de o hotel começar a receber novos hóspedes. O presidente do Trident, Rattan Keswani, disse que 100 quartos do hotel estão abertos para os hóspedes, de acordo com a agência de notícias Press Trust of India. Até um mês atrás, praticamente qualquer pessoa poderia passear pelos salões do Oberoi e do Trident sem ser interrompido. No domingo, a segurança reforçada contrastou com a conhecida hospitalidade do hotel A reabertura do Trident foi marcada por uma simples cerimônia com líderes religiosos de várias crenças. "Não existe medo. Vemos a coragem das pessoas e dos funcionários", disse Kritika Srinivasan, uma hóspede regular do hotel. No Taj Mahal, mil convidados participaram de uma recepção privada neste domingo que marcou a reabertura de uma parte moderna do hotel. As informações são da Associated Press

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade