Publicidade

Correio Braziliense

Netanyahu e Obama "juntos"

 


postado em 23/02/2009 10:07 / atualizado em 23/02/2009 10:20

O líder do partido Likud, Benjamin Netanyahu (foto), encarregado pelo presidente israelense, Shimon Peres, de formar o governo, afirmou que deseja trabalhar ao lado de Barack Obama no processo de paz do Oriente Médio. A declaração é vista como importante, já que uma das opções de Netanyahu é compor um governo com partidos de extrema direita, que se opõem a qualquer concessão aos árabes. Além disso, quando foi premiê pela primeira vez, Netanyahu teve atritos com o então presidente Bill Clinton por rejeitar aos acordos de paz de Oslo, de 1993. O líder do Likud teve ontem o primeiro encontro com a chanceler Tzipi Livni, do centrista Kadima, desde as eleições. Netanyahu tenta convencê-la a se unir em uma coalizão liderada por ele. Uma nota divulgada pelo Kadima afirma que a aceitação das políticas centristas do partido são “uma condição para fazer parte do governo”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade