Publicidade

Correio Braziliense

Obama saúda retorno da França ao comando militar da Otan

 


postado em 21/03/2009 17:09 / atualizado em 21/03/2009 17:14

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, recebeu com entusiasmo a decisão da França de se unir ao comando militar integrado da Otan, que o país havia abandonado há 43 anos. "Saúdo com entusiasmo a decisão do presidente francês, Nicolas Sarkozy, de reintegrar plenamente a França à Otan", afirmou Obama, em um comunicado. "A participação da França no comando militar integrado da Otan contribuirá para formar uma Aliança mais forte e uma Europa mais forte", completou. "A Otan é a pedra angular da segurança transatlântica há 60 anos", acrescentou. "Estou impaciente para discutir, em minha próxima visita à França e à Alemanha para a cúpula da Otan, por seu 60º aniversário, a maneira de nos assegurarmos de que nossa aliança reforçada, com a inteira participação da França em todas as suas estruturas, seja tão importante no século XXI, como o era no século XX", concluiu. Em 11 de março, Sarkozy oficializou o polêmico retorno da França ao comando militar integrado da Otan. Em 1996, Charles de Gaulle fechou as portas para que a França recuperasse "o inteiro exercício de sua soberania", ainda que permanecendo na Aliança Atlântica.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade