Publicidade

Correio Braziliense

Hackers invadem programas do Pentágono

 


postado em 21/04/2009 13:03 / atualizado em 21/04/2009 13:04

WASHINGTON - Hackers conseguiram entrar no programa mais caro de armamentos do Pentágono, o projeto do avião caça F-35, informa o Wall Street Journal. Com base em altos funcionários e ex-funcionários do governo americano, o jornal afirma que hackers conseguiram copiar dados do programa de US$ 300 bilhões, batizado de Joint Strike Fighter, o que pode torná-lo mais vulnerável. Invasões similares foram registradas nos últimos meses no sistema de controle da Força Aérea americana, segundo as mesmas fontes. O Wall Street Journal já havia revelado a invasão dos computadores utilizados para administrar o sistema de distribuição de energia elétrica e outras infraestruturas nos Estados Unidos. Um relatório recente do Pentágono destaca que a guerra cibernética faz parte das prioridades de Pequim, e que várias invasões na rede do governo americano e de outros países "parecem proceder" da China.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade