Publicidade

Correio Braziliense

OMS declarará estado de pandemia 'se for necessário'

 


postado em 21/05/2009 12:26 / atualizado em 21/05/2009 12:42

GENEBRA - A diretora geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Margaret Chan, afirmou nesta quinta-feira (21/5) que não vacilaria em declarar estado de pandemia de gripe A (H1N1) "se fosse necessário", informou um membro de seu gabinete. Durante uma reunião de um comitê da Assembleia dos 193 países membros da OMS, Chan mencionou as razões pelas quais o momento não chegou para se passar à fase 6 de alerta pandêmico, o nível máximo. "Uma das razões é a de que não vemos uma expansão do vírus no hemisfério sul da mesma maneira que nos três primeiros países afetados", México, Estados Unidos e Canadá, indicou ela. Margaret Chan também ressaltou o caráter relativamente benigno da doença, cujos sintomas são muito menos graves do que os da gripe comum, segundo os especialistas. Países europeus não veem com bons olhos a passagem de um alerta para outro de maneira "mecânica" e pediram mais "flexibilidade". A propagação do vírus em 41 países, com uma progressão rápida no Japão nestes últimos dias, suscitou especulações acerca de uma passagem para a fase 6, que se justificaria pelo surgimento de um foco autônomo de contaminação fora do continente americano.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade