Publicidade

Correio Braziliense

Micheletti quer reconhecimento da OEA às eleições


postado em 13/11/2009 08:41

O presidente de fato de Honduras, Roberto Micheletti, manifestou na noite de quinta-feira a esperança de que a Organização dos Estados Americanos (OEA) reconheça as eleições de 29 de novembro e envie observadores, como farão os Estados Unidos. "Este senhor (o secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza) um dia diz uma coisa, outro dia diz outra. Esperamos que mude rapidamente para que diga que sim, vai vir, se já não tivermos uma grande quantidade de observadores do mundo", declarou Micheletti. O secretário-geral da OEA reiterou que o organismo não enviará observadores a Honduras por não reconhecer o processo eleitoral se antes o presidente deposto, Manuel Zelaya, não for restituído. Micheletti afirmou que o subsecretário adjunto de Estado americano, Graig Kelly, reiterou o apoio dos Estados Unidos às eleições. Zelaya permanece refugiado na embaixada do Brasil desde 21 de setembro, depois de retornar clandestinamente ao país após ser expulso do poder por um golpe de Estado em 28 de junho.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade