Publicidade

Correio Braziliense

Arias vai reconhecer as eleições de Honduras


postado em 27/11/2009 14:31

MONTEVIDÉU - O presidente da Costa Rica, Oscar Arias, que foi mediador na crise hondurenha, afirmou que vai reconhecer o vencedor das eleições de domingo em Honduras e incentivou que outros países também o façam, em declarações à CNN divulgadas nesta sexta-feira (27/11).

"Para que vamos castigá-los com um segundo furacão Mitch?", questionou Arias, defendendo a suspensão das sanções contra Honduras se as eleições transcorrerem de forma limpa. "No fim das coisas, é preciso reinar o bom senso e o bom senso diz que, se tudo transcorrer bem, normalmente, a grande maioria dos países deverão reconhecer as eleições de domingo", pediu o Prêmio Nobel da Paz. Arias atuou como mediador entre o governo deposto de Manuel Zelaya e o regime de fato de Roberto Micheletti depois do golpe de Estado de 28 de junho, chegando a colocar sobre a mesa uma proposta de solução conhecida como Acordo de San José, que previa a restituição do primeiro e que nunca foi aplicado. Desta forma, a Costa Rica se soma aos Estados Unidos como um dos poucos países que anunciaram que reconhecerão as eleições em que Porfirio Lobo, o candidato do Partido Nacional (PN, direita), aparece como favorito.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade