Publicidade

Correio Braziliense

Universitários enfrentam polícia em Buenos Aires


postado em 14/12/2009 21:26

Centenas de estudantes enfrentaram a polícia nesta segunda-feira na capital argentina, durante um protesto contra a reeleição do reitor da Universidade de Buenos Aires (UBA). Os estudantes, convocados pela Federação Universitária de Buenos Aires (FUBA), tentaram chegar ao prédio do Congresso Nacional, onde era realizada a assembleia para eleger o reitor, mas foram impedidos pela polícia. O grupo reagiu atirando paus e pedras contra os policiais, que responderam com disparos de balas de borracha, jatos d'água e bombas de gás lacrimogêneo. A FUBA, controlada por partidos de esquerda, exigia a suspensão da eleição do reitor Rubén Hallú, por considerá-la antidemocrática. O reitor da UBA é escolhido por uma Assembleia Universitária que reúne estudantes e professores, mas é controlada pelos últimos. A FUBA exige o fim da Assembleia e uma reforma do estatuto que aumente a representatividade dos estudantes na administração da universidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade