Publicidade

Correio Braziliense

Governista Frei reconhece derrota para direitista Piñera no Chile


postado em 17/01/2010 20:03 / atualizado em 17/01/2010 20:21

SANTIAGO - O candidato do governo Eduardo Frei reconheceu a sua derrota para o empresário direitista Sebastián Piñera na eleição presidencial do Chile deste domingo, depois que os primeiros resultados oficiais deram ao seu adversário 51,8% dos votos. "Quero felicitar Sebastián Piñera, a maioria dos chilenos deu a ele a confiança para que conduza os destinos do país pelos próximos quatro anos", ressaltou Frei em um discurso público na companhia de sua esposa, Marta Larraechea, e de suas quatro filhas.

Frei tinha conseguido diminuir na última semana a vantagem de 14 pontos que o direitista Piñera tinha no primeiro turno de 13 de dezembro, mas não foi o suficiente para assegurar um quinto governo para a Concertação Democrática, coalizão de centro-esquerda que governa o Chile desde 1990.

Com isso, os primeiros resultados oficiais, com a apuração de 60% das urnas, deram a vitória a Piñera, um magnata de 60 anos, com 51,8% dos votos contra 48,12% de Frei. "Espero que prevaleçam, no diálogo na busca por um acordo, as conquistas sociais que tanto nos custaram recuperar e que se transformaram em um símbolo de nossa relação com o mundo", acrescentou Frei, ex-presidente do Chile entre 1994 e 2000.

Piñera, de 60 anos, dá à direita chilena o primeiro triunfo em uma eleição desde o conquistado por Jorge Alessandri em 1958.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade