Publicidade

Correio Braziliense

Brasil pede para participar de negociação com a Turquia


postado em 18/05/2010 12:24 / atualizado em 18/05/2010 13:26

O Brasil considera normal e desejável que o Brasil e a Turquia, que obtiveram um acordo do Irã sobre o enriquecimento de urânio, participem nas negociações do grupo 5 1 de grandes potências sobre o programa nuclear iraniano, declarou nesta terça-feira, em Madri, o asessor de política externa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Acho que seria normal que pelo menos uma boa parte das negociações se abram (para o Brasil e a Turquia). Seria normal e desejável", afirmou Marco Aurélio Garcia.

Garcia precisou que nao se trata de formalizar um novo grupo "porque, inclusive, eses grupo (o 5 1) é informal".

O 5 1 é formado pelos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (Estados Unidos, Rússia, China, França e Grã-Bretanha) e pela Alemanha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade