Publicidade

Correio Braziliense

As maiores matanças na Europa desde 1995


postado em 03/06/2010 09:28

O tiroteio que provocou a morte de pelo menos 12 pessoas em uma área turística do noroeste da Inglaterra foi uma das maiores matanças dos últimos quinze anos na Europa.

- 13 marzo de 1996 - GB - 16 escolares, de cinco e seis anos, e sua professora são mortos a tiros em uma escola de ensino fundamental de Dunblane (Escócia) por um homem que se suicidou em seguida.

- 26 de abril de 2002 - ALEMANHA - 16 pessoas, entre elas 12 professores, morrem baleados em um liceu de Erfurt (leste) agredidas por um desequilibrado de 19 anos que se matou depois.

- 24 setembro de 1995 - FRANÇA - 14 mortos em Sollies-le-Pont e Cuers (Vars, sudeste), onde um desequilibrado de 16 anos matou 13 pessoas, entre elas três familiares, feriu outras seis e depois se suicidou.

- 27 de setembro de 2001 - SUÍÇA - Um homem mata, em plena assembleia local, 14 membros do Parlamento e do governo do cantão de Zoug (centro), suicidando-se em seguida.

- 23 de setembro de 2008 - FINLÂNDIA - Um estudante mata nove alunos em um liceu profissional de Kauhajoki (sudoeste) antes de se suicidar.

- 27 de março de 2002 - FRANÇA - Um homem abre fogo contra os membros do conselho de Nanterre (perto de Paris) matando oito pessoas e ferindo 19. Matou-se no dia seguinte em uma instalação da polícia.

- 7 de novembro de 2007 - FINLÂNDIA - Um jovem mata oito pessoas em um liceu de Tuusula (sul), antes de se suicidar.

- 2 de maio de 2003 - ITÁLIA - Um funcionário municipal mata cinco pessoas na prefeitura de Aci Castello (leste da Sicília) e depois se suicida.

- 15 de outubro de 2002 - ITÁLIA - oito mortos após um problema familiar em Turim (norte): um homem recém-divorciado mata sua ex-mulher e todos os seus parentes antes de se suicidar.

- 11 de março de 2009 - ALEMANHA - 15 pessoas - nove alunos e três professoras de um colégio de Winnenden, perto de Stuttgart (sudoeste) e três pedestres - morrem vítimas dos tiros de um ex-aluno. O atirador, um jovem de 17 anos, suicidou-se em seguida.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade