Publicidade

Correio Braziliense

Pyongyang propõe discussões militares com Seul


postado em 30/06/2010 21:55

A Coreia do Norte propôs ao Conselho de Segurança das Nações Unidas a realização de discussões diretas em nível militar com a Coreia do Sul para esclarecer as circunstâncias do naufrágio de uma corveta sul-coreana no Mar Amarelo.

Em carta enviada à missão do México na ONU, que preside em junho o Conselho de Segurança, o governo de Pyongyang rejeita, mais uma vez, as conclusões da investigação internacional sobre o incidente.

"Acreditamos que a forma mais razoável de resolver este incidente é que Norte e Sul se sentem e busquem juntos a verdade dos fatos", assinala a carta norte-coreana.

Segundo a equipe internacional de especialistas, a corveta "Cheonan" foi torpedeada por um submarino norte-coreano no dia 26 de março, no Mar Amarelo, quando morreram 46 marinheiros sul-coreanos.

Pyongyang nega qualquer responsabilidade no incidente, um dos mais graves entre os dois países desde o armistício da Guerra da Coreia (1950-1953).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade