Publicidade

Correio Braziliense

Juiz levanta parcialmente embargo sobre bens de Pinochet


postado em 10/08/2010 19:14

Um magistrado chileno levantou um embargo sobre três imóveis de propriedade do ex-ditador chileno falecido, Augusto Pinochet, como parte da investigação das contas secretas abertas no exterior, acolhendo uma petição da viúva, informou o tribunal.

Na resolução, o juiz Manuel Valderrama decidiu "ordenar o levantamento das medidas cautelares dos bens em nome de Augusto José Ramón Pinochet Ugarte", correspondendo a um apartamento em Valparaíso e um terreno em Quintero - ambos na costa central chilena, assim como uma casa em El Melocotón, na cidade de Cajón del Maipo, próxima a Santiago.

A decisão não vale para outros 13 bens imóveis pertencentes a Pinochet, mas inscritos em diferentes empresas comerciais, nem para os cerca de US$ 21 milhões descobertos no Riggs Bank de Washington e outras instituições no exterior, nas quais aparecem outras pessoas vinculadas.

Segundo a investigação judicial, a família de Pinochet só conseguiu justificar a origem de um pouco mais de US$ 1 milhão por meio de poupança e investimentos pessoais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade