Publicidade

Correio Braziliense

Cuba autoriza libertação de mais cinco opositores


postado em 21/10/2010 20:34

Havana - O governo de Cuba autorizou nesta quinta-feira (21/10) a libertação de mais cinco presos políticos, não incluídos no grupo de 52 que prometeu soltar, anunciou a Igreja Católica, em Havana.

Juana María Nieves, Domingo Ozuna, Juan Francisco Marimón, Misael Mena e José Luis Ramil, todos condenados por pirataria, "aceitaram sair da prisão e viajar à Espanha", informou o Arcebispado de Havana.

A autorização, que confirma a continuidade do processo de libertação de presos políticos cubanos, ocorre no mesmo dia em que o dissidente Guillermo Fariñas, um psicólogo de 48 anos, recebe do Europarlamento o Prêmio Sakharov, após realizar uma greve de fome de 135 dias para exigir a libertação de opositores.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade