Publicidade

Estado de Minas

Oposição do Bahrein se prepara para grande manifestação


postado em 25/02/2011 09:00

MANAMA - A oposição barenita se prepara nesta sexta-feira (25/2) para um grande protesto por ocasião do "Dia de Luta", decretado pelos religiosos xiitas em memória dos sete manifestantes mortos nos primeiros dias da rebelião contra a dinastia sunita.

Na Praça da Pérola, no centro de Manama - epicentro do movimento, que já dura 12 dias -, os manifestantes começaram a agitar suas bandeiras nacionais.

Várias pessoas que acampam na praça, transformada em um mar de barracas de campanha, discutiam tranquilamente ou descansavam.

"A maioria pede uma mudança de regime", afirma Ibrahim Ali, de 42 anos, engenheiro mecânico que veio para participar da manifestação.

Mas a oposição, dominada pelos xiitas, não parece desejar a queda do regime, preferindo a adoção de reformas profundas, como a instauração de uma "verdadeira" monarquia constitucional.

Entretanto, os manifestantes continuam se recusando a dialogar com o governo.

"Um Estado livre com cidadãos felizes", diz um cartaz, enquanto outro exige "a libertação dos prisioneiros políticos".

"Ninguém tem mais medo dos tanques e das armas", indica Ibrahim Ali.

As forças de segurança estão ausentes, e apenas um helicóptero sobrevoa a praça.

  • Tags
  • #
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade