Publicidade

Estado de Minas

Embaixador do Brasil no Japão garante empenho para retirar brasileiros


postado em 16/03/2011 10:19 / atualizado em 17/03/2011 09:31

Em entrevista à rádio da rede de telecomunicações japonesa NHK, o embaixador do Brasil no Japão, Marcos Galvão, diz que ainda não há relatos de brasileiros entre as vítimas e que o governo se empenha em retirar brasileiros das regiões atingidas pela radiação e na prestação de informações sobre a tragédia.

Confira o aúdio da entrevista:


NHK: Nós gostaríamos de saber a informação que a embaixada pode prestar a respeito da situação dos brasileiros aqui no Japão e quais as medidas que a embaixada do Brasil vem tomando em nome dos brasileiros aqui?


Marcos Galvão: Sobre a situação dos brasileiros, em primeiro lugar, vale dizer que até o momento, segundo informações das autoridades japonesas, não há registro de nenhum cidadão brasileiro entre as vítimas do terremoto ou do tsunami que a ele se seguiu. Há sim, nós sabemos brasileiros em situação difícil nas regiões atingidas e a eles se dirige o nosso esforço da embaixada e do Consulado Geral do Brasil em Tóquio, que nas últimas horas realizou missões àquelas regiões, inclusive, para o traslado brasileiros que nos haviam pedido apoio para se deslocarem a outras regiões.

NHK: E os brasileiros estão sendo deslocados para alguma região em especial?

Marcos Galvão: Eles estão sendo deslocados, aqueles que nos pediram apoio, para um abrigo, alojamentos contratados pelo governo brasileiro em Saitama (ao norte de Tóquio).

NHK: Esse transporte está sendo feito por meio de alguma empresa?

Marcos Galvão: Sim, de ônibus contratados pelo governo brasileiro.

NHK: E as medidas adicionais, alguma outra medida adicional?

Marcos Galvão: A embaixada segue mobilizada trabalhando com todo seu pessoal, 24 horas por dia, tal como o Consulado Geral do Brasil em Tóquio também, para atender a chamadas de brasileiros, responder a mensagens eletrônicas de brasileiros que pedem informações, orientações ou que nos informam de suas situações respectivas.

  • Tags
  • #
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade