Publicidade

Estado de Minas

Árabe israelense é condenado por ajudar o Hamas


postado em 19/05/2011 13:54

Jerusalém - Um árabe israelense foi condenado nesta quinta-feira a seis anos de prisão por tentar organizar um núcleo do movimento palestino Hamas em Israel, informou a rádio pública israelense.

Islam Merii, de 26 anos e morador de Freidis (norte do país) declarou-se culpado, após acordo, das acusações de "contato com um agente estrangeiro" e de ajudar o Hamas, segundo a mesma fonte. "Ele ajudou a organização (Hamas) a entrar com terroristas e explosivos no país", afirmou a rádio.

Segundo a ata da acusação, publicada em dezembro, Islam Merii reconheceu ter entrado em contato com um membro do Hamas em Hebron (Cisjordânia), além de ter procurado cidadãos árabes israelenses para recrutá-los e criar um "ramo militar do Hamas" dentro da comunidade.

A comunidade dos árabes israelenses é a descendente dos 160 mil palestinos que permaneceram em suas terras depois da criação do Estado de Israel em 1948. Outros 750 mil palestinos fugiram ou foram expulsos de suas terras pelas tropas israelenses. Atualmente, há em torno de 1,3 milhão de árabes israelenses, cerca de 20% da população do país.

  • Tags
  • #
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade