Publicidade

Estado de Minas

Para Kadhafi, o reconhecimento de rebeldes líbios é 'insignificante'


postado em 15/07/2011 16:53

ZLITEN - O líder líbio Muamar Kadhafi afirmou nesta sexta-feira que o reconhecimento pelas potências mundiais e regionais do Conselho de Transição criado pela rebelião em seu país não "significa nada para o povo" da Líbia.

"Podem reconhecer um milhão de vezes o chamado Conselho Nacional de Transição (CNT), isso não significa nada para o povo líbio, que vai pisotear suas decisões", declarou Kadhafi em uma mensagem para milhares de seus partidários reunidos em Zliten, 150 km a leste de Trípoli.

O grupo de contato sobre a Líbia reconhece agora o CNT, órgão político dos rebeldes, como "a autoridade governamental legítima" do país, segundo a declaração final da reunião do grupo, que ocorreu em Istambul nesta sexta-feira.

"Até que uma autoridade interina tenha sido instalada, os participantes acordaram em tratar o CNT como a autoridade governamental legítima na Líbia", afirma o documento.

Em sua mensagem transmitida por auto-falantes, o líder líbio disse em tom irônico que não imagina um dia em que "o povo líbio seja representado por um punhado de traidores que terão aberto as portas de Benghazi para os cruzados".

"Ninguém pode representar o povo líbio, nem mesmo Kadhafi. O povo vai pisotear suas decisões", acrescentou Kadhafi na quarta mensagem aos seus partidários desde 1º de julho.

  • Tags
  • #
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade