Publicidade

Estado de Minas

Medvedev rebate críticas de opositores


postado em 11/12/2011 13:24 / atualizado em 11/12/2011 17:48

Moscou - O presidente russo, Dmitri Medvedev, expressou neste domingo (11/12) as divergências com as críticas formuladas pela oposição nas manifestações sem precedentes de sábado contra o resultado das eleições legislativas de 4 de dezembro.

"Não concordo com as faixas nem com as declarações dos manifestantes", disse Medvedev, segundo a agência Interfax, em referência às denúncias de fraudes generalizadas na apuração dos votos para beneficiar o Rússia Unida, partido governista liderado pelo primeiro-ministro Vladimir Putin.

As manifestações de sábado reuniram mais de 50.000 pessoas, que exigiram novas eleições.

Medvedev recordou que os russos são livres para expressar suas opiniões em manifestações nas ruas, desde que não violem as leis.

"As pessoas têm o direito de expressar suas opiniões, e isto foi o que aconteceu ontem (sábado). É bom que tudo tenha acontecido dentro da lei", disse.

O presidente russo já havia defendido as eleições e determinou investigações de violações específicas à lei eleitoral denunciadas pela imprensa russa e por observadores estrangeiros.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade