Mundo

Mulher é condenada e decapitada por bruxaria na Arábia Saudita

Agência France-Presse
postado em 12/12/2011 10:09
Riad - Uma mulher, condenada à morte por bruxaria, foi decapitada nesta segunda-feira (12), anunciou o ministério saudita do Interior em um comunicado, citado pela agência oficial SPA.

Amina bent Abdelhalim Nassar foi executada na província de Jawf (norte). A prática de bruxaria é estritamente proibida pelo Islã.

Esta decapitação eleva a 73 o número de execuções na Arábia Saudita desde o mês de janeiro.

O estupro, o homicídio, a apostasia, o roubo a mão armada e o tráfico de drogas são passíveis de pena capital na Arábia Saudita, que aplica estritamente a sharia (lei islâmica).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação