Publicidade

Estado de Minas

China lança advertência ao Japão por arquipélago disputado


postado em 08/09/2012 08:44

Vladivostok - A China advertiu neste sábado (8/9) ao Japão que não revisará sua posição a respeito de uma disputa territorial no mar da China Meridional, que foi avivada depios que a imprensa ventilou a intenção do governo japonês de comprar algumas ilhas em litígio.

Leia mais notícias em Mundo

A porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Qin Gang, manifestou ante a imprensa a firme resolução do governo chinês de preservar a soberania nacional e a integridade territorial na Cúpula do Fórum de Cooperação Econômica Ásia Pacífico (Apec), que se celebra neste fim de semana em Vladivostok, extremo oriente russo.

As relações entre a China e o Japão se deterioraram desde que, em agosto, alguns ativistas pró-Pequim desembarcaram numa das ilhas de Senkaku, controladas pelo Japão e chamadas Diaoyu por Pequim. Os ativistas foram detidos e expulsos.

Dias depois, um grupo de nacionalistas japoneses içou a bandeira japonesa na ilha para reafirmar a posse do Japão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade