Publicidade

Estado de Minas

Sangue do santo padroeiro da cidade de Nápoles volta a se liquefazer


postado em 19/09/2012 12:00

Nápoles - O sangue de São Genero, padroeiro de Nápoles, voltou a se liquefazer misteriosamente nesta quarta-feira (19/9) na catedral desta cidade do sul da Itália, onde milhares de fiéis estavam presentess para assistir ao milagre. O cardeal de Nápoles, Crescenzio Sepe, mostrou o sangue de São Genaro, em duas pequenas ampolas. O anúncio da liquefação do sangue, interpretado como um sinal positivo para a cidade, foi saudado pelos aplausos dos crentes.

O "milagre" costuma acontecer três vezes ao ano: 19 setembro, dia de São Genaro, decapitado no ano 305, no primeiro final de semana de maio e em 16 de dezembro, data do aniversário da erupção do vulcão Vesúvio em 1631, que se acalmou com as orações dos fieis de São Genaro.

A liquefação do sangue do santo napolitano suscita dúvidas e polêmicas no mundo científico. "Trata-se simplesmente de um composto químico feito a base de ferro, preparado na Idade Média, e que se mantém sólido se não for mexico e assume estado líquido quando agitado", explicou a conhecida astrofísica italiana Margarita Hack há alguns anos.

Leia mais notícias em Mundo

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade