Publicidade

Estado de Minas

Chanceleres de China e Japão discutem disputa territorial em Nova York


postado em 26/09/2012 06:39

Nova York - Os chanceleres de China e Japão se reuniram nessa terça-feira (26/9), à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, para discutir a disputa territorial que afeta as relações bilaterais, revelaram fontes diplomáticas.

O ministro japonês das Relações Exteriores, Koichiro Gemba, e seu homólogo chinês, Yang Jiechi, reafirmaram a soberania de seus países sobre as ilhas Senkaku, para Japão, ou Diaoyu, para China, destacaram os diplomatas

Durante a reunião, Yang acusou o Japão de cometer uma "grosseira violação" da integridade territorial chinesa, segundo a agência oficial Nova China. Fontes diplomáticas revelaram que Gemba citou uma atmosfera "severa" durante o diálogo, que durou cerca de uma hora.

Leia mais notícias em Mundo

Segundo a Nova China, Yang disse que Tóquio comprou as ilhas "ignorando" a "forte oposição" de Pequim e que tal atitude é "uma negação" da derrota japonesa na Segunda Guerra Mundial. "É um grave desafio à ordem internacional do pós-guerra".

A tensão entre os dois países aumentou nas últimas semanas, após a decisão do Japão de nacionalizar o arquipélago, situado 200 km ao nordeste de Taiwan e 400 km ao oeste de Okinawa, no sul do Japão. As ilhas são desabitadas, mas ficam em uma área rica em pesca e possivelmente situadas sobre importantes recursos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade