Publicidade

Estado de Minas

Japão quer uma solução pacífica para ilhas disputadas com a China


postado em 19/10/2012 11:43

Berlim - O ministro japonês das Relações Exteriores, Koichiro Gemba, afirmou nesta sexta-feira (19/10), em Berlim, querer buscar uma solução pacífica baseada no direito internacional para o conflito que seu país enfrenta com a China pelas ilhas Senkaku/Diaoyu.

"O que quero dizer é que aspiramos a uma solução pacífica baseada no direito internacional", afirmou durante uma coletiva de imprensa conjunta com seu colega alemão, Guido Westerwelle.

Koichiro Gemba acrescentou que Tóquio não deseja uma escalada na tensão com Pequim depois da nacionalização que o Japão fez, no início de setembro das ilhas Senkaku, situadas no Mar da China Oriental e administradas por Tóquio, mas reivindicadas por Pequim sob o nome de Diaoyu.

Leia mais notícias em Economia

Estas ilhas pertenciam até agora a um proprietário privado japonês. "Devemos intensificar o diálogo nas relações sino-japonesas", enfatizou o ministro, segundo declarações traduzidas do japonês para o alemão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade