Publicidade

Estado de Minas

Violência prossegue na região de Damasco


postado em 30/12/2012 09:42 / atualizado em 30/12/2012 09:49

Beirute - As tropas sírias bombardearam neste domingo redutos rebeldes perto de Damasco, um dia depois de mais uma jornada extremamente violenta no país em que 11 crianças morreram nas proximidades da capital.

De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), pelo menos 32 civis, incluindo 11 crianças e três mulheres, morreram no sábado nos bombardeios aéreos e terrestres da periferia sudoeste e nordeste de Damasco e nas áreas próximas.

Na madrugada de sábado para domingo, as forças leais ao presidente sírio Bashar al-Assad também enfrentaram os rebeldes em Harasta, ao nordeste de Damasco, e bombardearam Moadamiya al-Sham, sudoeste, e Bait Saham, perto da estrada que do aeroporto.

Leia mais notícias em Mundo

No sul do país, na província de Deraa, berço da revolução contra o regime, iniciada em março de 2011, o exército e os rebeldes travaram combates na cidade de Xeque Maskin.

A área próxima da fronteira com a Jordânia, controlada pelo regime, também foi cenário de confrontos.

Jordânia e Síria têm uma fronteira comum de 370 quilômetros que centenas de pessoas atravessam a cada dia a pé para fugir do conflito que, segundo o OSDH, provocou a morte de pelo menos 45.000 pessoas em 21 meses.

Na manhã de domingo, dois rebeldes morreram em combates com o exército na província central de Hama e foram registradas explosões na capital.

Na cidade de Homs, dezenas de pessoas morreram após um ataque do exército, que retomou o controle do bairro de Deir Baalbeh no sábado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade